quarta-feira, 3 de maio de 2023

Fortaleza encerra o 1º quadrimestre do ano com redução de 25,7% nas mortes violentas

 

Esse é o melhor resultado da série histórica da Capital cearense, desde o ano 2009, quando 313 casos foram registrados no primeiro quadrimestre daquele ano

As ações de enfrentamento à criminalidade reforçadas em Fortaleza resultaram, substancialmente, na melhoria dos indicadores criminais. Graças às estratégias e investimentos na área da Segurança Pública, além do trabalho integrado das Forças de Segurança, Fortaleza apresentou uma redução de 25,7% nos índices de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI). O resultado é referente ao primeiro quadrimestre de 2023, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Ao todo, foram 217 casos registrados nos primeiros quatro meses deste ano, contra 292 no mesmo período de 2022. Esse é o melhor 1º quadrimestre da série histórica, desde o ano 2009, quando 313 casos foram registrados no primeiro quadrimestre daquele ano.



A redução positiva também se estende para todo o Ceará. Nos dados compilados, por meio da Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram registradas 943 mortes violentas no primeiro quadrimestre deste ano. A queda é de 5,5%. Já no mesmo período de 2022 foram 998 casos. Os dados da Supesp, órgão vinculado à SSPDS, englobam homicídios dolosos, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.



O secretário da SSPDS, Samuel Elânio, creditou o bom resultado na redução dos índices do CVLI ao trabalho integrado que tem sido realizado de forma continuada pelas Forças de Segurança. “Essa redução dos números de CVLIs do primeiro quadrimestre de 2023 sejam referente à Fortaleza, sejam frente ao Estado do Ceará, é fruto do trabalho integrado de todas as vinculadas da Secretaria da Segurança Pública, bem como as parcerias com outras instituições. Primordialmente é um trabalho da Inteligência da SSPDS e da Polícia Civil, junto ao trabalho de inteligência da própria Polícia Militar, destacando também o trabalho da Supesp que aponta os locais estratégicos de atuação. Além disso, contamos com o apoio das ações integradas do Corpo de Bombeiros. Tudo isso é resultado da dedicação de todos os chefes das vinculadas, bem como todos os comandantes de áreas e delegados à frente das investigações que vêm cada vez mais demonstrando o empenho, a dedicação e o trabalho e que, unidos, conseguimos obter bons números. Foi uma queda histórica de CVLIs no município de Fortaleza. Desde de 2009, não tínhamos uma redução em um espaço de tempo tão curto. Foi emblemático e fortalece ainda mais a vontade de continuarmos neste trabalho que vem sendo feito”, destacou.

Trabalho integrado


De forma permanente, as Forças de Segurança realizam operações de combate à criminalidade em bairros de Fortaleza e em todo o Estado. As ações são realizadas por instituições vinculadas à SSPDS com apoio de órgãos parceiros. Uma dessas ações foi intitulada de “Operação Focus”, que tem como objetivo coibir Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs) em pontos estratégicos de Fortaleza, Região Metropolitana e Interior do Estado.

No decorrer dos trabalhos policiais, sob a coordenação da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS, as composições da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e da Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizam saturações pelos bairros escolhidos por meio de dados analisados pela (Geesp) da Supesp. Diante disso, abordagens a pessoas em atitudes suspeitas e veículos são realizadas.

Em uma das edições da Focus, realizada no último dia 30 de março deste ano, em pontos estratégicos da Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2), nos bairros Conjunto Ceará II, Granja Portugal, Granja Lisboa e Bom Jardim, em Fortaleza, um suspeito foi preso e uma submetralhadora artesanal foi apreendida.

Já no dia 27 de abril, um homem suspeito de tráfico de drogas foi capturado durante a 30ª edição da Operação Focus realizada no município de Aquiraz – Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13) do Ceará. Além da prisão, 10 quilos de maconha também foram apreendidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Tauá