segunda-feira, 30 de março de 2020



Organização: Alexandra Araújo
-Rua Dona Leopoldina - N° 1280
 Groaíras-ce
Telefones- (88) 98828-5456/(88) 99329-0700

Após minimizar coronavírus, Trump recua e diz que só queria acalmar EUA

Donald Trump durante entrevista coletiva na tarde de hoje, na Casa Branca - Getty Images
Donald Trump durante entrevista coletiva na tarde de hoje, na Casa BrancaImagem: Getty Images
O presidente Donald Trump foi questionado hoje, durante coletiva na Casa Branca, sobre suas declarações anteriores quando ele não dava o devido valor à pandemia do coronavírus.

Trump apoiou os comentários anteriores que ele fez no início da resposta dos Estados Unidos ao surto, dizendo que queria tranquilizar a nação.

"O que você diz aos americanos que estão chateados com você?" perguntou Jim Acosta, da CNN, que citou declarações que o presidente deu em fevereiro em que ele minimizou a crise, quando afirmou que o vírus "simplesmente desapareceria" uma hora.

"Não é verdade que isso vai desaparecer?", retrucou o presidente. Em seus comentários anteriores, Trump disse que o vírus iria embora à medida que o clima esquentasse. Ele também tinha falado, em fevereiro, que o vírus estava sob controle no país.


Em entrevista hoje, o presidente sugeriu que, em suas declarações anteriores, ele estava simplesmente tentando manter os americanos calmos, e reiterou que uma hora tudo vai ficar bem.

"[O vírus] Uma hora vai embora e eu quero que a população fique calma Você sabe que uma hora vai embora e teremos uma grande vitória", disse Trump.

Trump então disse que se ele quisesse causar pânico, ele poderia. "Eu poderia causar pânico muito maior do que você. Eu faria você parecer um amador. Mas não farei isso", respondeu ao jornalista.

"Estou muito orgulhoso. É quase um milagre a forma como tudo está se reunindo", acrescentou. "E em vez de fazer uma pergunta sarcástica como essa, você deve fazer uma pergunta real", acrescentou.

O presidente dos EUA ainda afirmou que o país recebeu doações de outros países para combater o coronavírus, incluindo equipamentos médicos da Rússia.

"A China nos enviou algumas coisas, o que foi fantástico. A Rússia nos enviou uma carga muito grande de coisas, equipamentos médicos muito bons. Outros países nos enviaram coisas pelas quais fiquei muito surpreso, muito felizmente surpreso", explicou.

O governo dos Estados Unidos confirmou que 2.405 pessoas já morreram por conta do coronavírus no país. Ao todo, mais de 140.904 pessoas foram diagnosticadas com a doença.

Dos casos relatados pelo governo, 886 são relacionados a viagens, 2.351 são de contato próximo e a maioria, 137.667, ainda estão sob investigação.

*UOL

Especialista em Catarata/Glaucoma
Atendendo 
Em Fortaleza - na Bioclinica e na Hapclinica Aldeota
Em São Benedito - na Clinica Osanto

Trump diz que pico de mortes por coronavírus será daqui a 2 semanas e pede para população ficar em casa até 30 de abril

Trump diz que pico de mortes por coronavírus será daqui a 2 ...
Divulgação

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, mudou de discurso e pediu, neste domingo (29), para a população ficar em casa até 30 de abril. A diretriz anterior era de encerrar o isolamento na Páscoa, no dia 12.

Trump vinha defendendo o afrouxamento das medidas de isolamento e chegou a declarar no sábado (28) que uma quarentena não seria necessária em Nova York, New Jersey e Connecticut.

Na coletiva deste domingo, o presidente dos EUA disse também que o pico de mortes por coronavírus no país será daqui a duas semanas. Os Estados Unidos são o país com mais casos confirmados de coronavírus. São mais de 2 mil mortes e mais 100 mil casos confirmados, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Trump defendeu a flexibilização do isolamento em diversos momentos. No dia 24 de março, por exemplo, o presidente dos EUA havia afirmado que a meta do governo, até aquele momento, era retomar aos poucos as atividades no país.

“Nossa meta é afrouxar as diretrizes e abrir grandes partes do país enquanto nos aproximamos do final desta histórica batalha contra o inimigo invisível. Estamos há um tempo nisso, mas vamos vencer, vamos vencer. [...] ", disse Trump durante coletiva de imprensa, na ocasião.

Já neste domingo, ele afirmou: "Nada pior do que decretar vitória antes que ela aconteça".

Teste rápido


Na coletiva deste domingo, Trump prometeu que irá disponibilizar, "dentro de alguns dias", um teste rápido para detectar o covid-19. Este teste será utilizado não somente em pacientes com sintomas graves, como também em pessoas com sintomas leves que estejam em atendimento médico. Esses testes serão disponibilizados para todos os hospitais dos EUA.

Neste domingo (29), o infectologista Anthony Fauci, um dos mais respeitados do mundo, declarou em um programa da rede de televisão americana CNN que calcula que haverá entre 100 e 200 mil mortes por Covid-19 nos Estados Unidos. Fauci faz parte da força-tarefa montada por Trump para tentar conter a doença.


"Eu diria entre 100 mil e 200 mil casos", disse Fauci, que em seguida se corrigiu para dizer que se referia ao número de mortes. "Teremos milhões de casos", disse, acrescentando que não queria ficar preso aos números porque a pandemia é um "alvo em movimento".

(/g1.globo.com)

 (88) 9.8824 - 1997

Porto de Fortaleza projeta 440 mil toneladas de cargas em março

Porto de Fortaleza. Foto; Divulgação CDC

A Companhia Docas do Ceará (CDC) projeta que o Porto de Fortaleza movimentará 440 mil toneladas de cargas em março. O montante compreende granéis sólidos (cereais e não cereais), líquidos e cargas gerais. Contêineres cheios e vazios totalizam 2.138 unidades.

Para a operação não ser inviabilizada pelo COVID-19, a companhia adotou uma série de medidas recomendadas pelo Ministério da Infraestrutura, Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No caso da operação, não está sendo permitido o desembarque e nem embarque dos tripulantes dos navios, ficando a atividade em terra pelos amarradores, no máximo de 12 profissionais por atracação ou desatracação e por escala de trabalho.

Já na área administrativa, em caráter provisório, foi adotado o trabalho remoto para algumas funções; quarentena para os grupos de risco (acima de 60 anos); e mudança na carga horária, que desde a última terça-feira (24) passou a ser de 7 às 13 horas.

Outra medida importante é que, temporariamente, o Protocolo de Documentos da Companhia Docas do Ceará poderá ser feito por meio do e-mail gabprecdc@gmail.com, de maneira a não prejudicar quem precise desse serviço enquanto prevalecer o decreto de isolamento social.

*Focus.jor

STF autoriza redução temporária de salário e antecipação de feriado em tempos de COVID-19

Ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Divulgação


O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6344 para fins de suspender os efeitos da Medida Provisória (MP) 927/2020. A MP permite a redução de salário e outras mudanças em tempos do novo coronavírus. A ADI foi ajuizada pelo partido Rede Solidariedade, defendendo que a diminuição acima de 25% sobre o salário não é compatível com a legislação trabalhista. A decisão do mérito vai ser tomada pelo Pleno do STF.

No caso, o partido pede também a suspensão da antecipação de férias e feriados. Na decisão, Marco Aurélio diz que vários questionamentos na ADI 6344 já haviam sido negados em outra ação (ADI 6432), ajuizada pelo PDT contra a mesma MP. Para o julgador, as normas contidas na MP 927/2020 estão em harmonia com a CLT e com a própria Constituição Federal em face de preservar a manutenção do vínculo de emprego em tempo adverso, como esse.

A medida de isolamento social traz repercussão direta e imediata na situação econômica e financeira das empresas, sendo a adoção de antecipação de feriados razoável, como forma preserva a fonte de renda dos empregados e reduzir o ônus dos empregadores. Conclui, o ministro do STF.

*Com informações STF

Localizado dentro do Mercado Central de Fortaleza.

Senado aprova pagamento emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais e autônomos

Senado. Foto: Divulgação Agência Senado

O Senado aprovou projeto que estabelece o pagamento emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais e autônomos por três. A redação segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. O projeto foi aprovado por unanimidade. Os parlamentares votaram a matéria de maneira remota em sessão na tarde desta segunda, 30.

O valor do recurso, no entanto, seria de R$ 200, segundo proposta do Governo. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, falou que votaria um total de R$ 500. Depois, Bolsonaro voltou atrás e declarou que aceitava aumentar para R$ 600.

Segundo informações do próprio Governo, a Caixa será responsável pelos repasses. A expectativa é que o modelo de pagamento siga o mesmo do saque do FGTS, contemplando na primeira leva os correntistas do banco público. Depois, entram os demais beneficiários. O órgão também mapeia uma forma de efetuar o pagamento para quem não tem conta-corrente.

Requisitos para o recebimento do benefício:
Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:
– ser maior de 18 anos de idade;
– não ter emprego formal;
– não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
– renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
– não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

A pessoa candidata deverá ainda cumprir uma dessas condições:
– exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
– ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); ou
– ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: um do auxílio emergencial e um do Bolsa Família. Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa poderá fazer a opção pelo auxílio.

Já a renda média será verificada por meio do CadÚnico para os inscritos e, para os não inscritos, com autodeclaração em plataforma digital.

Na renda familiar serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.

Como o candidato ao benefício não pode ter emprego formal, o substitutivo lista o que entra neste conceito: todos os trabalhadores formalizados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e todos os agentes públicos, independentemente da relação jurídica, inclusive os ocupantes de cargo ou função temporários, de cargo em comissão de livre nomeação e exoneração ou titulares de mandato eletivo.

Antecipação
Para pessoas com deficiência e idosos candidatos a receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), de um salário mínimo mensal (R$ 1.045,00), o INSS poderá antecipar o pagamento de R$ 600 (valor do auxílio emergencial) até que seja avaliado o grau de impedimento no qual se baseia o pedido ou seja concedido o benefício. Essa avaliação costuma demorar porque depende de agendamento com médicos peritos e assistentes sociais do INSS.

Quando o BPC for concedido, ele será devido desde o dia do requerimento, e o que tiver sido adiantado será descontado.

De igual forma, o órgão poderá adiantar o pagamento do auxílio-doença, no valor de um salario mínimo mensal, durante três meses contados da publicação da futura lei ou até a realização da perícia pelo INSS, o que ocorrer primeiro.

Para ter direito a esse adiantamento, o trabalhador precisará ter cumprido a carência exigida para a concessão do benefício (12 meses de contribuição) e apresentar atestado médico com requisitos e forma de análise a serem definidos em ato conjunto da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e do INSS.

*Focus.jor



Sobe para 06 o número de óbitos por Coronavirus no Ceará.


A sexta vítima, é uma mulher de Santa Quitéria, que faleceu há alguns dias, com suspeita do Covid-19. O primeiro exame havia dado como inconclusivo, já nesta segunda um segundo resultado confirmou a causa morte.

A informação foi dada pelo prefeito de Sobral, Ivo Gomes, e deve entrar no boletim oficial de amanhã.


Pacientes com doenças respiratórias crônicas devem reforçar cuidados


Pessoas que possuem doenças respiratórias crônicas, como doença pulmonar obstrutiva e asma, estão entre os grupos mais vulneráveis a complicações decorrentes do coronavírus. Por isso, os pacientes devem redobrar os cuidados de prevenção à Covid-19. A doença apresenta um amplo espectro clínico, com sinais e sintomas respiratórios.

“Quem tem doenças pulmonares crônicas já apresenta dificuldade respiratória e função pulmonar alterada. Com a Covid-19-19, pode haver pneumonia viral, agravamento dos sintomas respiratórios e também infecções secundárias”, explica a pneumologista do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), Lia Belchior.

A especialista recomenda aos pacientes seguir a prescrição médica passada durante o acompanhamento de rotina, controlar a condição pré-existente, não se expor ao risco de contaminação e se preservar ao máximo.

“O ideal é respeitar o período de quarentena e higienizar frequente as mãos com água e sabão ou álcool em gel. Também é ideal permanecer em casa e, se possível, fazer trabalho remoto (home office) para evitar a transmissão”, orienta a pneumologista.

Caso os pacientes apresentem piora clínica ou quadro gripal e os sintomas forem leves, o recomendado é ficar em casa e usar as medicações de resgate (bombinhas). A orientação é fazer contato com o médico para evitar ir à emergência de hospitais.

“Se os sintomas aumentarem, é precifo ficar atento para os sinais de alarme, como falta de ar, febre que não cessa com as medicações, dor no peito, confusão mental ou desmaios. Nestes casos, o paciente deve procurar assistência médica e, de preferência usar uma máscara”, ressalta.
Telemedicina

Em caráter excepcional e temporário, o Conselho Federal de Medicina aprovou as consultas médicas via telemedicina. O Hospital de Messejana, do Governo do Ceará, tem disponibilizado profissionais para dar orientações por telefone. A unidade é referência no tratamento de doenças respiratórias.

Os pacientes acompanhados no Hospital de Messejana podem, diariamente, tirar dúvidas com um médico. Os pneumologistas se revezam para orientar pacientes e renovar receitas perdidas, por exemplo.

“Isso evita a aglomeração e, na ocasião, o médico também pode orientar sobre os cuidados de prevenção ao coronavírus”, acrescenta a coordenadora do Serviço de Pneumologia do Hospital de Messejana, Penha Uchoa.
Serviço

Para mais informações, ligue (85) 3101-4109 ou (85) 3101-4110

*Saúde.ce.gov
Votorantim Cimentos Brasil

Votorantim anuncia doação adicional de R$ 50 milhões para combate aos efeitos do Covid-19

Maior planta industrial da Votorantim Cimentos no Nordeste está em ...
Via Instituto Votorantim e com apoio técnico da Beneficência Portuguesa de São Paulo, medidas incluem ações em todas as regiões do Brasil

Diante do cenário atual de avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Votorantim anuncia que adotará, por meio do Instituto Votorantim, medidas para contribuir com a sociedade brasileira na luta contra o avanço da propagação do vírus e seus efeitos. 

O Instituto Votorantim atuará em duas frentes: redirecionamento de projetos atualmente em execução nos municípios em que as empresas da Votorantim estão presentes, com foco em ações para o combate ao novo coronavírus; e apoio financeiro adicional de R$ 50 milhões às autoridades públicas, instituições de saúde e entidades privadas da sociedade civil, na compra de itens como kits para teste, respiradores e demais equipamentos essenciais. 

As iniciativas terão apoio técnico e médico da Beneficência Portuguesa de São Paulo, organização apoiada historicamente pela Votorantim.

Projetos do Instituto Votorantim

O Instituto Votorantim e as empresas investidas da Votorantim atualmente conduzem mais de 300 projetos, nas cinco regiões do Brasil. Nas próximas semanas, grande parte dessas iniciativas será redirecionada, dentro de suas áreas de execução, para ter foco no combate ao covid-19. 

Esta primeira frente de atuação terá como base a identificação das necessidades dos municípios mais vulneráveis e com faixa etária mais elevada, envolvendo a prevenção com disseminação de conhecimento e também assistência à população, por meio da distribuição de itens de higiene e de subsistência, além da doação de equipamentos de segurança para profissionais de saúde. 

Doação adicional

Na segunda frente de atuação, a Votorantim irá aportar R$ 50 milhões, adicionais ao investimento social anual já realizado por suas empresas, para apoiar autoridades públicas, instituições de saúde e entidades privadas da sociedade civil na compra de equipamentos como respiradores e máscaras, além de testes e outros itens de suporte hospitalar para os profissionais de saúde e para a população. A intenção é que parte do dinheiro seja aplicada nas cidades de pequeno e médio portes, que serão priorizadas de acordo com as maiores vulnerabilidades nos municípios, antecipando a reação à disseminação da pandemia pelo interior do país.

Com essas ações, a Votorantim reafirma seu papel de empresa cidadã comprometida com o país e os brasileiros. O desafio de enfrentar os efeitos do covid-19 é enorme, mas a Votorantim reforça a crença de que, com a união de esforços de poder público, empresas e sociedade civil, trabalhando de forma coordenada e em sintonia, esta crise de saúde será superada. 

Sobre a Votorantim S.A.

A Votorantim S.A. é uma companhia brasileira centenária, de controle familiar e que faz investimentos de longo prazo em empresas que atuam em diversos setores da economia. As empresas do seu portfólio operam em 20 países e empregam quase 34 mil pessoas. Como gestora ativa de portfólio, a Votorantim S.A. preserva o seu DNA nas suas investidas, incentiva a inovação e o desenvolvimento de lideranças. No Brasil, as empresas investidas são: Banco BV, CBA - Companhia Brasileira de Alumínio, Citrosuco, Nexa Resources, Votorantim Cimentos e Votorantim Energia.
Representação em Cimentos e Rações - Distribui em toda região
Contato: (88) 3664 - 1636 / 9.9915 - 0704 / 9.9379 - 6776
janderdmarco1@hotmail.com
Av. Dide Rios, 516 - Centro - Marco - Ceará

A estatística do hospital de Raoult: 1.291 pacientes tratados e somente uma morte

A Mediterranean Infection Foundation visa condensar os meios de combater doenças infecciosas, a principal causa de morte no mundo (17 milhões de mortes por ano) e, em particular, os três assassinos do mundo (HIV, tuberculose e malária), em um polo principal e estratégico com influência local, nacional e internacional.

A Fundação Méditerranée Infection, em Marselha, na França, Hospital comandado pelo médico Didier Raoult, anuncia que só houve uma morte entre os 1.291 pacientes com a Convid-19 tratados na instituição (veja a imagem abaixo) com hidroxicloraquina + azitromicina.

O hospital é pioneiro no tratamento da doença a partir do esquema farmacêutico hidroxicloraquina + azitromicina, ardorosamente defendido pelo cientista Didier Raoult e que vem sendo adotado em todo o mundo como a, até aqui, melhor alternativa para tratamento dos doentes.





O hospital tem 27.000 m², três unidades de 25 leitos, uma das quais está equipada para receber pacientes altamente contagiosos (EBOLA) com mini laboratório e sala de autópsia exclusiva na Europa. Lá trabalham mais de 700 pessoas (profissionais e estudantes) e é apontado como o maior e mais bem equipado laboratório de diagnóstico da França, incluindo genômica, microscopia, insetário e proteômica (30 milhões euros investidos pelas autoridades locais e pela Europa em equipamentos). “Cuidados, treinamento, diagnóstico, pesquisa e monitoramento epidemiológico são reunidos, pela primeira vez, em um único edifício”, diz um texto de apresentação do instituto.

*Focus.jor

Ceará suspende pagamento de refis e obrigações tributárias por 90 dias; nada mudou quanto ao ICMS

Foto: Freepik.

O governador Camilo Santana autorizou uma série de medidas para socorrer o setor produtivo do Ceará. Nesse sentido, ficam suspensos por um prazo de 90 dias, as inscrições em dívida ativa, protestos e execução fiscal. O anúncio ocorreu durante transmissão ao vivo no Facebook.

Também fica suspenso por 90 dias o pagamento de parcelas dos refinanciamento de dívidas das empresas para o Estado, voltando apenas julho.

Foi dispensado o pagamento do Simples Nacional para micro e pequenas empresas por 90 dias. “Isso já foi resolvido, mas precisa de autorização do comitê gestor do Simples Nacional em Brasília”, ressaltou Camilo. Ele também declarou que o pagamento do Fundo de Equilíbrio Fiscal (FEF) pelas empresas fica interrompido, assim como as obrigações acessórias das empresas.

As medidas foram solicitadas pelas entidades empresariais na semana passada. O documento foi assinado por Fiec, CDL Fortaleza, Fecomércio, Faec, Fetrans, Facic, Sindilojas, Femicro-CE, ABIH Ceará, ACC e Sebrae.

*Focus.jor

Deputado Genecias Noronha usará seu salário de parlamentar para a compra de cestas básicas a famílias carentes.


Deputado Genecias Noronha decide usar todo o valor de seu salário como parlamentar para compra de cestas básicas a famílias carentes, que mais têm sofrido os efeitos desse tempo de quarentena que vive o país, tentando conter a propagação do coronavírus.

Como parlamentar, o Deputado Genecias tem participado do esforço que a Câmara tem feito para que o trabalho legislativo não pare e se possa viabilizar a aprovação de medidas de grande relevância para o enfrentamento dessa pandemia. No entanto, como cidadão, pai de família e profundo conhecedor da realidade sofrida das famílias que nao tem uma fonte de renda garantida ou que, muitas vezes depende da ajuda exclusiva do poder público, Genecias resolveu destinar o valor integral do seu salário como Deputado Federal para a aquisição de cestas básicas e distribuição para famílias que estão passando necessidade nesses dias que o país, por uma causa justa, teve que parar. “Sei que não é o bastante para atravessar dias tão difíceis, mas foi uma forma que tenho três de dar minha parcela de forma direta para amenizar o sofrimento de famílias que estão em casa sem ter sequer o comer junto com seus filhos. Ajudar a saciar a fome de alimentos nesse momento é o mínimo que podemos fazer.” Destacou o parlamentar.

*folhadosertaoce

Programa Ferreira Aragão também na Internet

Brasil tem 159 mortes e 4.579 casos confirmados de coronavírus, diz ministério


Evolução dos casos de coronavírus no Brasil até 30 de março — Foto: Cido Gonçalves/DF


O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (30) o mais recente balanço nacional sobre os casos de Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Os principais dados são:
  • 159 mortes
  • 4579 casos confirmados
  • 3,5% é a taxa de letalidade
  • Sudeste tem 2.507 casos, 55% do total
  • São Paulo tem 1.451 casos

No levantamento anterior, divulgado no domingo (29), o Brasil tinha 136 mortes e 4.256 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O aumento no total de mortes foi de 17% e de 7,9% no total de casos.


*G1
Paulino Car
Av. Presidente Castelo Branco
Centro | Varjota- CE
Fone : (88) 3639-4110 | 9933-1814 | 9622-9594
E-mail: paulinocar15@gmail.com

Groairas: Sobe para 03 o número de casos suspeitos de Covid-19

 

A Secretaria de Saúde de Groairas, já contabiliza 03 casos suspeitos de Contaminação pelo Covid-19 no Município. 

A informação veio por meio do boletim epidemiológico desta segunda, 30.

Fake news "do borracheiro" é usada para desacreditar números de coronavírus

Mensagem reproduzida por diversos perfis do Twitter
Imagem: Reprodução


A informação de que um porteiro morreu em um acidente e que em seu atestado de óbito tinha como causa o covid-19 está sendo replicada em diversas redes sociais entre ontem e hoje. A informação, no entanto, é mentira.

Em algumas postagens, o rapaz que morreu seria um porteiro. Em outras, seria caminhoneiro. Em outras, borracheiro. Diferentes imagens de um suposto atestado de óbito também circularam nas redes sociais. Em algumas, o CPF corresponde, em outras, não.

A fake news está sendo utilizada para desacreditar o número de mortes por coronavírus no Brasil. Até ontem, o Ministério da Saúde contabilizava 114 pessoas mortas por covid-19 no país.

No Twitter, diversos perfis, alguns com poucos seguidores, replicaram a mesma mensagem: "Gente! O primo do porteiro aqui do prédio morreu porque foi trocar o pneu do caminhão e o pneu estourou no rosto dele. Receberam o atestado de óbito como se fosse o covid-19. Eles estão indignados".

No WhatsApp, foi espalhado o suposto atestado de óbito com um áudio de um homem afirmando o seguinte: "Esse amigo meu faleceu segunda-feira, ele era borracheiro. E o pneu de caminhão estourou, com ele fazendo o serviço. E ele foi socorrido para o hospital."

"Agora o que nos intriga, veja aí o atestado de óbito, a conspiração triste para derrubar o governo Bolsonaro, ou seja, a maioria das pessoas que estão morrendo no estado estão colocando no laudo que é coronavírus. E eu tava lá, eu vi, o acidente foi um pneu que estourou no cara", complementa.

*UOL
 

A Clinica Dr. Timbó está com atendimento em diversas especialidades, como:

* Cardiologia - Dr. Dimas
  • Consultas
  • Eletrocardiograma(ECG)
  • Ecocardiograma(ECO)
* Dermatologia - Dr Flavio
* Pediatria - Dr Portela
* Dentista - Dra. Anita
* Ultrassonografia - Dr. Faustino
* Nutricionista - Dra. Iana Melo
* Psicóloga - Dra Mônica Ximenes
* Psicólogo - Dr David Fernandes
* Ginecologista e Obstetra - Dr Emanuel Pequeno

* Dr Janssen Loiola - Especialidades:

  • Cirurgia Ancológica
  • Cirurgia Geral e Vídeolaparoscópia
  • Atendimento de lesões suspeitas ou malignas em cabeça e pescoço(Incluindo Tireoide, Parótida)
  • Mamas - Trato Digestivo - Pele - Partes Moles
  • Ginecológicas(Útero e Ovários)
  • Hérnia de parede abdominal e Doenças da Vesícula Biliar.

A clinica realiza ainda: 

* Exames de prevenção com a enfermeira Emilly, e Exames Laboratoriais, além do atendimento do Dr. Timbó na Geriatria(Médico de Idosos) e Clinico Geral.

Os agendamentos podem ser feitos através dos Número: (88) 9.8813-8533(Ligação e WhatsApp)

Médico, professor e pesquisador da UFC defende uso da hidroxicloraquina contra coronavírus

O pesquisador Odorico Moraes lembra que dos 1.003 pacientes tratados até hoje com a Hidroxicloroquina no Hospital de Doenças Infecciosas de Marselha, apenas 1 foi a óbito.

Professor Titular da Farmacologia Clínica da Faculdade de Medicina da UFC, o médico Odorico Moraes não hesitou em seguir no Ceará a linha do francês Didier Raoult, que defende o uso da Hidroxicloroquina no esquema terapêutico para combater a COVID-19. Não, sem antes “devorar tudo” o que tinha em sua biblioteca sobre epidemias, pandemias e doenças causadas por vírus.

Odorico Moraes, que também é diretor do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos da UFC, lembra que o quinino foi o principal uso popular para combater a pandemia viral que matou milhões no mundo a partir de 1917. Era fácil de encontrar, barato e, mais tarde, derivou na cloraquina, que derivou na hidroxicloraquina. Bingo!

“Ao constatar este fato histórico passei a pesquisar se havia algum trabalho que mostrasse efeito viricida in vitro e/ou in vivo dos atuais derivados do quinina, cloroquina e hidroxicloroquina. Para minha surpresa me deparei com diversos trabalhos mostrando os efeitos antivirais da hidroxicloroquina e cloroquina contra o corona vírus in vitro e dois deles mostrando a efetividade contra a COVID-19, um francês e outro chinês”, escreveu Odorico em seu Facebook.

A partir dessa conclusão e dos testes realizados em outros centros, o pesquisador passou a sugerir um esquema terapêutico baseado na cloraquina e na hidroxicloraquina. “Solicitei aos colegas que o usassem em um amigo internado em estado crítico. Desde então, embora ainda em estado grave, vem melhorando progressivamente. A minha sugestão foi prontamente aceita, principalmente porque a hidroxicloroquina é um fármaco relativamente seguro. Foi um pouco criticado no início, porque a Hidroxicloroquina não era indicada para infecções virais, mas rapidamente, todos concordaram que, contra fatos não há argumentos”, escreveu o professor.

Veja a entrevista do Focus com o professor e pesquisador médico Odorico Moraes.

Focus – O tratamento com Hidroxicloroquina em conjunto com a azitromicina é uma polêmica. Sabe-se que no Ceará o tratamento vem sendo usado. Em que nível?
Odorico Moraes – Não é mais polêmico. Hoje, esse tratamento vem sendo adotado no mundo inteiro. Poucos países ainda não adotaram este tipo de tratamento. Alguns países, como a Índia, já estão adotando a hidroxicloroquina profilaticamente nos profissionais de saúde que estão na linha de frente do tratamento da doença. Então, hoje, talvez seja a única opção para o tratamento da Covid-19. No Ceará, não tenho uma avaliação completa de quais hospitais estão adotando esta terapêutica. Sei que o hospital Monte Klinicum, o São José e o São Carlos já adotando.

Focus – Em quantos pacientes?
Odorico Moraes – Não sei quantos pacientes tem hoje efetivamente com a Covid-19. No meu ponto de vista, está havendo uma subnotificação. Muitos pacientes iniciam tratamentos tendo apenas diagnóstico clínico e radiológico, sem o diagnóstico laboratorial genético. Porém, atenção: não se pode sobrecarregar o metabolismo corporal, o metabolismo hepático e a excreção renal com uma série de medicamentos se você não tem nenhuma sintomatologia. O ideal é que não se use esse esquema terapêutico profilaticamente, a não ser os que estão expostos na linha de frente. Hoje, a principal forma de prevenir é o isolamento social, o uso dos EPIs e a higienização. Não recomendo que se faça o uso profilático desses medicamentos.

Focus – Isso é um problema?
Odorico Moraes – Do ponto de vista do tratamento, não vai fazer muita diferença. Do ponto de vista epidemiológico, sim. Vai acabar tendo mortes que não há confirmação. Pode ser H1N1. Pode ser coronavírus. Outro problema é que você não pode computar essas pessoas como sendo portadora do vírus. Eu diria que todas essas pessoas que estão hospitalizadas hoje no São José, Monte Klinicum e São Carlos estão fazendo o tratamento [com a hidroxicloroquina]. Inicialmente, era apenas em pessoas que estavam mais graves, entubadas. Hoje, já estão fazendo o tratamento nas pessoas com evolução leve, moderada e grave.

Focus – Seria válido adotar o procedimento da Índia aqui na tentativa de preservar os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à doença?
Odorico Moraes – Andei conversando com alguns colegas. Andei sugerindo isso para alguns colegas que estão na linha de frente, que não tenham comorbidades. Por exemplo, o colega que tenha uma insuficiência hepática, renal e outras é contraindicado usar. Nesse tipo de terapêutica, tem sempre que avaliar o risco e o benefício. Há o risco de prevenir uma doença e exacerbando outra.

Focus – Qual tem sido a resposta deste esquema terapêutico?
Odorico Moraes – Sou sou um profissional da área de pesquisa clínica e medicamento. Não sou um clínico que está na linha de frente. Não fui o primeiro a implantar. Eu apenas sugeri que este tipo de terapêutica, que havia alcançado uma resposta razoável em outros países, poderia ser uma opção também para os nossos pacientes. Foi adotado em primeiro lugar em um paciente que está internado no São Carlos. Embora ainda continue em estado muito grave, está paulatinamente e progressivamente melhorando o seu estado depois que iniciou o tratamento. Já faz oito dias.

Focus – Temos casos de alta com esse tratamento?
Odorico Moraes – Não tenho conhecimento ainda. É muito cedo em função da evolução da doença. As pessoas que começaram a usar estão começando agora oito dias. Temos que esperar um pouco. Em torno de 10 a 15 dias. A cura, quando prematura, se faz entre oito e dez dias. Como a carga viral não está sendo avaliada, não se sabe nem se uma pessoa está curada ou se ainda está transmitindo o vírus.


Focus – O que mais o senhor recomenda?
Odorico Moraes – Não é esse o único esquema terapêutico que está sendo testado no mundo. Diversos antirretrovirais também estão em testes. Estou sugerindo para os colegas que adicionem ao esquema terapêutico [da hidroxicloroquina + azitromicina] também o zinco. Fiz um levantamento bibliográfico e existem vários trabalhos mostrando a eficácia do zinco como viricida. O zinco é utilizado hoje em muitos suplementos vitamínicos e acho que pode trazer uma melhora para o paciente.

*Focus.jor
Imagem relacionada

COVID-19: há somente 27 pacientes internados no Ceará

Coronavírus
Coronavírus. Foto: Tumisu por Pixabay

O boletim epidemiológico divulgado no domingo, 29, pela Secretaria de Saúde do Cearás mostra que 10 pacientes infectados com coronavírus receberam alta hospitalar. Dentre os 359 casos confirmados, 27 (7,5%) se mantêm em internação hospitalar .

Da maioria dos pacientes internados até domingo, 26 (97,3%) estão em hospitais de Fortaleza. Destes, 10 (37,0%) estão hospitalizados em enfermarias e 17 (63,0%) estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Juazeiro do Norte também registrou a hospitalização, em enfermaria, de um caso confirmado de COVID-19.

De acordo com a secretaria estadual de Saúde, até domingo foram realizados 4.664 exames laboratoriais para o diagnóstico da infecção pelo COVID-19. Destes, 3721 (8,0%) confirmaram teste positivo; 2.262 (52,3%) não detectaram a presença do vírus; e 1.840 (39,8%) ainda aguardam resultado laboratorial.

Em todo o Ceará, foram confirmados 359 casos de COVID-19 através de exames laboratoriais. Fortaleza concentra a maioria dos casos (338), seguido por Aquiraz, com 7 confirmações, e Sobral com 5. Maracanaú e Itaitinga, localizados na Região Metropolitana de Fortaleza, estão entre os novos municípios que confirmaram casos de COVID-19. Até o momento já foram registrados 5 óbitos.

*Focus.jor

Coreaú: Edézio e Erika ganham apoio do Vereador Zé Sampaio, enfraquecendo base do prefeito


Com o prazo para filiações se encerrando no próximo dia 04 de abril, a base do PDT de Coreaú vem ganhando novas adesões, dentre elas a do vereador, Zé Sampaio, que com a abertura da Janela partidária, tem a permissão legal de mudar de sigla sem perda de mandato. 

Zé Sampaio, foi eleito em 2016, com mais de 1.200 votos, pelo PSDB, apoiando - o agora prefeito - Carlos Ronner. Entretanto, Zé Sampaio, afirma que o gestor não tem atendido as expectativas do povo coreauense em sua gestão. "Passei 03 anos e 03 meses esperando ver melhora no nosso Coreaú, e só vejo decepção" afirma. 

Zé Sampaio agora, passa a fazer parte das fileiras do PDT, que em Coreaú deve lançar a dobradinha Edézio e Erika para disputa a prefeito deste ano no município. 

O jovem Líder politico, Edézio Sitonio, e a ex-prefeita, Erika Cristino, apostam do dialogo aberto com a população e lideranças, como principal arma para o pleito.




Organização: Alexandra Araújo
-Rua Dona Leopoldina - N° 1280
 Groaíras-ce
Telefones- (88) 98828-5456/(88) 99329-0700

Magazine Luiza vai doar R$ 10 milhões para tratar doentes do coronavírus

Dona da Magazine Luiza lança aplicativo sobre política | Tech ...

Luiza Trajano, dona da rede de Lojas Magazine Luiza não é a empresária mais rica do país, mas certamente é a que tem maior sensibilidade.

Postou nas redes sociais a doação de R$ 10 milhões para equipar hospitais filantrópicos no combate ao Coronavírus.

A pandemia fechou mais de 600 lojas que a empresária mantém em todo território nacional. Visionária, Luiza Trajano é a empresária que mais vende através de site.

*Roberto Moreira.

Especialista em Catarata/Glaucoma
Atendendo 
Em Fortaleza - na Bioclinica e na Hapclinica Aldeota
Em São Benedito - na Clinica Osanto

Sabino Melo pretende voltar a Câmara de Groaíras em 2020


Aos 82 anos, mas cheio de vitalidade, o ex vereador de Groaíras, Sabino de Loiola Melo, pretende novamente disputar uma vaga na Câmara Municipal nas eleições deste ano.

Sabino Melo já foi vereador por cinco mandatos e deixou um legado de bons serviços prestados à comunidade, assim como seus irmãos, Moésio Loiola, ex-deputado e atual prefeito de Campo Sales, e o desembargador José Maria de Melo (in memoriam), dois grandes homens públicos, filhos da terra, que deixaram suas marcas no desenvolvimento da terra do Padre Mororó.

* Sobral em Revista. 

 (88) 9.8824 - 1997

Artigo | Como montar uma startup


Nestes novos tempos em que se fala bastante sobre inovação, o termo startup é muito utilizado no ambiente de negócios, principalmente, entre os jovens que buscam alternativas de carreira ou pretendem empreender com inovação. Antes de abordar o processo de montagem de uma startup, é importante entender o conceito que está por trás da sua definição. Há muitos conceitos sobre startups e todos convergem para a fase inicial de uma empresa. Segundo a Associação Brasileira de Startups, o termo é utilizado para definir “empresas em fase inicial que desenvolvem produtos ou serviços inovadores, com potencial de rápido de crescimento”. O investidor anjo Yuri Gitahy defini startup como sendo um “grupo de pessoas trabalhando com uma ideia diferente que, aparentemente, poderia fazer dinheiro”.

Desse modo, podemos afirmar que startup é o termo utilizado para denominar empreendimentos inovadores na sua fase inicial, até mesmo antes do negócio ser registrado como uma empresa no CNPJ, pronta para faturamento no mercado. Vale ressaltar que não se denomina de startup os novos empreendimentos de setores tradicionais da economia, como por exemplo, um novo supermercado comum a ser montado na cidade. Outra questão que precisa ser esclarecida diz respeito às áreas de atuação das startups, pois, muitos pensam que são negócios inovadores ligados à Internet, como aplicativos e softwares. No entanto, isso não é verdade. As startups podem surgir no agrobusiness, nos setores de transporte, biotecnologia, segurança, inclusive, conectados à Internet.

O processo de montagem de uma startup inicia-se com a ideia, seja para explorar bens ou serviços, desde que esta ideia incorpore a inovação como diferencial competitivo. Primeiramente, as pessoas se reúnem em torno da ideia inovadora, avaliam os riscos envolvidos e, caso acreditem nela, trabalham no seu desenvolvimento até o produto ficar pronto para ir ao mercado. A etapa de legalização em si é igual a qualquer outra empresa, precisa seguir os procedimentos pertinentes à área do negócio, como conseguir registros e alvarás de funcionamento, e os empreendedores devem fazê-la no momento oportuno, ou seja, quando a empresa precisar do CNPJ para captar recursos ou para comercializar bens ou serviços com a sociedade.

Durante o desenvolvimento da ideia, é importante que se faça a validação da ideia para verificar a sua aceitação perante o público-alvo. Mesmo com um plano de negócio bem estruturado, ideias inovadoras necessitam de algo mais, precisam ser testadas para reduzir os riscos inerentes à inovação. Algumas ferramentas para modelagem de negócios, como o Canvas, auxiliam bastante os empreendedores na validação de suas ideias e servem de argumento para a captação de recursos com investidores anjos ou fundos de investimento.

Para finalizar, as pessoas que decidem montar um negócio inovador, ou seja, uma startup, precisam conhecer as instituições públicas e privadas de apoio ao desenvolvimento de novas tecnologias, como: bancos e agências de fomento governamentais, universidades, incubadoras de empresas, aceleradoras, investidores anjos e outros atores envolvidos com a inovação, que possam aportar capital semente para viabilizar financeiramente as suas ideias.

Conheça o Curso de Logística da UniAteneu. Acesse: http://uniateneu.edu.br/

Prof. Paulo Roberto Martins Grangeiro
Professor do Curso de Logística da UniAteneu
Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação

Artigo | Por que o comportamento do consumidor influencia nas ações das lojas físicas e virtuais?


Atualmente, a sociedade vive a Era da Tecnologia. Nela é possível fazer quase qualquer coisa com simples toques na tela do smartphone. Inseridos neste contexto, os consumidores tornaram-se cada vez mais exigentes, impondo inovação e agilidade no modo de apresentar produtos e processos empresariais.

Sabe-se que um hábito bastante comum entre os consumidores é visitar a loja física com o intuito de examinar o produto e, posteriormente, efetuar a compra online. Esta ação é conhecida como showrooming e vem crescendo bastante. Compreendendo esta prática, grande parte dos lojistas notam que estão perdendo espaço e sentem-se ameaçados. Todavia, também há a prática reversa que é chamada de webrooming, ou seja, o hábito dos consumidores pesquisarem sobre um produto no ambiente virtual e compram na loja física.

Considerando estes comportamentos, surge a necessidade de as lojas físicas facilitarem a leitura e o posicionamento dos produtos nas gôndolas das lojas, mas não é esta única atitude que as empresas devem tomar para continuarem ativas no mercado consumidor.

Uma importante estratégia para melhorar a experiência de compra é o Omnicanal (que em inglês chama-se Omnichannel). Esta técnica consiste em promover um relacionamento mútuo entre loja física e loja virtual. Um exemplo disso é quando o consumidor compra uma torradeira pelo site (loja virtual) e vai buscar o produto na loja física. Esta integração favorece às lojas físicas, uma vez que oferece mais segurança aos consumidores que têm certo receio em efetuar as compras no meio virtual.

Neste sentido, essa estratégia torna-se vantajosa tanto para a loja, que movimenta a sua parte física pelos aplicativos e sites, como para o cliente, que pode avaliar e comparar as características de determinado produto a partir das fotos e da descrição apresentadas no site. Neste formato de compra, o consumidor também precisa levar em consideração o tempo de espera e o valor cobrado pelo frete. Estes fatores motivam a escolha de receber o produto em domicílio ou de retirá-lo na loja.

Logo, é dever das lojas garantir a eficiência das entregas tanto em seu espaço físico como no endereço do consumidor. Para que isto aconteça, é necessário que a logística seja integrada com o estoque de forma eficiente a fim de unificar os canais de compra e entrega para melhorar a experiência do consumidor e favorecer o seu poder de compra tanto no ambiente físico como no virtual.

Conheça o Curso de Administração da UniAteneu. Acesse: http://uniateneu.edu.br/

Profª. Larissa Torres Ferreira
Professora do Curso de Administração da UniAteneu
Mestranda em Educação e pós-graduada em MBA em Administração e Marketing

Localizado dentro do Mercado Central de Fortaleza

Uruoca: Prefeitura vai socorrer famílias mais vulneráveis com programa Supera Uruoca

A imagem pode conter: texto

Em tempos de crise é preciso o poder público agir com firmeza e priorizar aos mais carentes, buscando soluções emergenciais.

É assim que o prefeito, Kilsem Aquino, está fazendo em Uruoca, município da Região Norte do estado.

Seguindo as orientações das organizações de saúde, Kilsen, tem determinado que os munícipes fiquem em casa, o que está dando resultado. Não há nenhum caso no município de registro de Coronavírus. Além disso, Kilsen determinou o pagamento de gratificações a funcionários da saúde, que estão na linha de frente do combate a essa pandemia no município. 

Com olhar de um gestor preocupado com a população mais carente, o chefe do executivo está lançando também, o SUPERA URUOCA, um programa social temporário, que dará socorro as famílias em situação de risco e/ou vulnerabilidade social agravadas pela pandemia. 

O programa, pioneiro no Ceará,  tem por objetivo, beneficiar famílias que vivem em vulnerabilidade e social, e que, na sua composição familiar não tenha nenhuma pessoa sendo beneficiária de programa de transferência de renda, emprego ou qualquer outra fonte de renda no momento da liberação do recurso, desde que esteja obrigatoriamente em enfrentamento de vulnerabilidade e/ou risco social, dentre outros critérios.

Será um auxilio de R$150,00 a cada família. Para esse Programa, o gestor calcula que o município terá condições de atender até 1000 famílias, no período. 

Para participar do programa, entre em contato com a ouvidoria através do número 88 993607100 e consulte o formulário através do Diário Oficial do município.

Em Tempo

Importante destacar que para execução desse programa, o município está usando recursos próprios do tesouro municipal. 

domingo, 29 de março de 2020

Ceará registra quinta morte por coronavírus; Estado tem 359 casos confirmados da doença

Coronavírus no Ceará: boletim de hoje, domingo, 29 de março (29/03), registra novo aumento nos casos confirmados da doença. Foto na Praça do Ferreira, em Fortaleza
Coronavírus no Ceará: boletim de hoje, domingo, 29 de março (29/03), registra novo aumento nos casos confirmados da doença. Foto na Praça do Ferreira, em Fortaleza (Foto: Fabio Lima/O POVO)


O número de casos confirmados no Ceará do novo coronavírus, a Covid-19, chegou a 359 e cinco mortes até hoje, domingo, 29 de março (29/03), segundo informou nesta noite a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Nas últimas 24 horas, o Ceará registrou aumento de 35 casos do novo coronavírus.

Em boletim no fim desta tarde, o Ministério da Saúde havia contabilizado 348 casos no Estado e os mesmos cinco óbitos.


Até ontem, sábado, eram 322 casos confirmados de coronavírus no Ceará e quatro mortes registradas. Sabe-se que a quarta vítima é um homem de 65 anos que residia em Fortaleza, assim como as outras três vítimas confirmadas na última quinta-feira, 26. Conforme o boletim, a evolução da doença no paciente foi de cinco dias.


A primeira vítima do Estado foi um homem de 72 anos, que morreu por insuficiência respiratória na quinta, 26. Hipertenso e diabético, ele estava internado na UTI do Hospital São José de Doenças Infecciosas (HSJ) há cinco dias. As outras duas pacientes eram mulheres que apresentavam doenças crônicas. Ambas foram atendidas em hospitais particulares. .

Veja a distribuição de casos confirmados no Ceará, segundo boletim da Sesa deste sábado, 28


  • Aquiraz 7
  • Caucaia 1
  • Fortaleza 304
  • Fortim 1
  • Juazeiro do Norte 1
  • Sobral 4
  • Maranguape 1
  • Mauriti 1
  • Quixadá 2

Por que se chama coronavírus?

O nome "corona" se deve à coroa de espinhos que o envolve. Esses espinhos estão envolvidos por uma camada de gordura - retirada das próprias células humanas. Ele entra nessa capa de gordura para invadir outras células. Sem esta fina capa de gordura, o coronavírus morre.
Como é a transmissão do coronavírus?

Os coronavírus são transmitidos por ar e por mucosas. O vírus sobrevive bastante tempo em gotículas de espirro e tosse. Para evitar contaminação por meio das gotículas, recomenda-se ficar a pelo menos um metro e meio de pessoas com tosse ou espirrando.

O vírus também está em gotículas aerossóis. Elas são tão minúsculas e finas que ficam suspensas no ar, e contaminam principalmente pessoas que estão em ambientes fechados com ar condicionado.
Veja as recomendações da OMS para prevenir o novo coronavírus:
Lave as mãos frequentemente

Lave as mãos regularmente com álcool em gel ou com água e sabão. O álcool e o sabão matam vírus que podem estar nas mãos.
Mantenha distância social

Mantenha ao menos um a dois metros de distância entre você e pessoas que estejam tossindo ou espirrando. O vírus do Covid-19 é transmitido por gotículas que estão nos corrimentos nasais e saliva. A distância entre pessoas com sintomas de gripe evita que as gotículas cheguem a você.
Evite ficar tocando os olhos, nariz e boca

As mãos tocam todos os tipos de superfície e podem pegar vírus. Uma vez contaminadas, as mãos podem transferir o vírus para os olhos, nariz e boca. De lá, o vírus pode entrar no organismo e adoecer você.
Cubra a boca e o nariz ao tossir ou espirrar

Quando estiver rodeado de pessoas, cubra a boca com a dobra do cotovelo ao espirrar ou tossir. Também é possível usar lenços, que devem ser descartados prontamente depois do uso - dobre-os com a parte usada para dentro, a fim de evitar que o vírus se espalhe.
Se você tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, ligue para o posto de saúde

Se você está se sentindo mal, fique em casa. Caso tenha sintomas como febre, tosse e dificuldade em respirar, ligue para o posto de saúde mais próximo. A partir da ligação, os agentes de saúde indicarão o que você deve fazer: se deve ficar em casa, se encaminharão um profissional, ou se você pode ir a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
Quais os sintomas do novo coronavírus?

Os sinais do novo coronavírus se assemelham ao de uma gripe comum:

- Febre

- Tosse seca

- Cansaço

- Dificuldade para respirar em alguns casos

- Pode haver dores no corpo

- Congestão nasal

- Coriza

- Dor de garganta

- Há casos de diarreia

- Pode haver infecção do trato respiratório inferior, como nas pneumonias.

Há pessoas que não desenvolvem nenhum sintoma.

Período médio de incubação: cinco dias, com intervalos que chegam a 12 dias - período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

*O Povo