domingo, 28 de setembro de 2014

Groaíras: Fim de semana de movimentações politicas na cidade dos 3 rios.





O fim de semana na cidade de Groaíras, a 240 km da capital, Fortaleza, tem tido forte movimentação politica. Logo na sexta-feira, 26 de setembro, quem esteve visitando o município de Groaíras foi o Deputado Estadual, Presidente da Assembléia, e candidato a reeleição, Zezinho Albuquerque, que é apoiado no município, pelo Prefeito Adail Melo. Uma grande festa foi feita com a chegada de Zezinho, que foi recepcionado no distrito de Itamaracá, onde rapidamente se organizou uma carreata em direção a sede do município.

Frente ao diretório do PT em Groaíras, foi montado uma estrutura para receber e ouvir as propostas de Zezinho Albuquerque, onde também autoridades locais estiveram dando seu apoio.

Confira fotos da visita de Zezinho. Clique aqui.

Nesse domingo, 28 de setembro, foi a vez do deputado federal, candidato a reeleição José Aírton Cirilo, também apoiado pelo prefeito Adail Melo, desembarcar no centro da cidade, onde caminhou pela feira, e em seguida participou de "bandeiraço" frente ao diretório petista, onde algumas localidades discursaram dando apoio ao federal, e onde José Aírton também discursou, falando suas propostas e comentando a importância de votar e reeleger Dilma para presidente, na ocasião mencionou os programas desenvolvidos pelo governo federal, tais como "Minha casa minha vida", Ciência sem fronteiras, dentre outros, além de mencionar os programas sociais, como Bolsa Família e o Brasil sem miséria.

Por fim o Prefeito Adail Melo, fez suas considerações, e pediu mais uma vez a confiança do povo, que votasse em seus candidatos, para que Groaíras possa ter apoios para desenvolver o município.

Confira fotos da visita de José Aírton. Clique aqui.

Todas essas movimentações, só mostram cada vez mais, o prestigio que o Prefeito tem, tanto com as autoridades, como com a população.

sábado, 27 de setembro de 2014

Sobral: Incêndio de grandes proporções destrói prédio de loja de descartavéis

Imagem: Marcone Freelance

Na noite deste sábado na cidade de Sobral, por volta das 22h, Um incêndio de grandes proporções atingiu uma loja de descartáveis no centro da cidade, com localização na rua Rua Diogo Gomes, próximo ao mercado central.

A loja denominada Mucambo Plásticos trabalha com material descartável e materiais para festas. Ainda não se sabe o que acontecer, haja vista o incêndio ter ocorrido no fim da noite, quando a loja já se encontrava fechada, mas a primeira suspeita é de curto-circuito.

Devido a dimensão do fogo, e a facilidade do mesmo se expandir, haja visto a maior parte do material no interior da loja ser plástico, que é um material fácil de incendiar, o fogo atingiu a estrutura do prédio que não suportou vindo a desabar.

Confira imagens abaixo do antes e depois do desabamento:

Antes

Momento em que o fogo se expandia

Após o desabamento.

Parceria com informações e imagens: Ulysses Sousa(Blog Dom Expedito em Destaque) e Marcone Agostinho Duarte, o Freelance.


Fortaleza: Fereira Aragão visita feira e realiza carreata do amor.



Na manhã, deste sábado, 27 de setembro, os feirantes da Barra do Ceará, na cidade de Fortaleza, e quem por lá circula, receberam a visita do deputado estadual, e candidato a reeleição, Ferreira Aragão.

No corpo a corpo, ele cumprimentou, conversou e apresentou à população o trabalho realizado nestes últimos anos na Assembleia Legislativa do Ceará, encontrando a receptividade de muitos que reconhecem seu trabalho e o admiram por seus posicionamentos sempre a favor do povo.

Ferreira enfatiza que os depoimentos espontâneos que recebeu provam que o Fortalezense nessas eleições não vai votar em paraquedistas, vai votar em quem realmente produz e mostra resultado.







Após a visita, Ferreira seguiu em caminhada por várias ruas e avenidas de Fortaleza, onde se era visível a receptividade das pessoas nas ruas, que acenavam, gritavam e cantavam suas músicas de campanha, quando o mesmo passava. Por alguns momentos a carreata parou para que Ferreira Aragão pudesse dar atenção ao fans e eleitores que o chamavam.

Ferreira Aragão é 100% Ficha Limpa, o registro de sua candidatura foi feito sem nenhuma restrição, Ferreira é um profissional competente, cumpridor de seus deveres e sem nenhum tipo de problema com a justiça do nosso país, ou com a justiça eleitoral. Como ele mesmo sempre enfatiza, Ferreira vive do seu nome, que é limpo, e integro, sem nunca ter se envolvido a qualquer tipo de escândalo.

Ferreira também é dono de um dos mandatos mais atuantes da Assembléia Legislativa do Ceará.

Atualmente é vice- líder do PDT e vogal da mesa diretora da Assembléia Legislativa do Ceará, destacando-se pela fluência no falar, apresentando projetos inteligentes e relevantes para sociedade.

Ferreira Aragão tem sido uma marca de sucesso por onde passa, e um sucesso que ele divide com sua equipe e com seu público, e é um dos principais destaques do partido.

Ferreira hoje, é presidente da comissão de Cultura e Esportes na Assembléia.


Ferreira e as digitais


As pessoas são familiarizadas com a presença da pessoa física Ferreira Aragão, até mesmo pela fácil acessibilidade que ele permite. Onde quer que vá, grande é o número de solicitações para fotos com pessoas de todos os sexos, cores, religiões e condições sociais. 


Confira mais fotos. CLique aqui.


Profissionais capacitados e atendimento com qualidade!

Vários profissionais e todos os tipos de exames laboratoriais você encontra aqui.

Na clinica Dr. Timbó você encontra:

  • Dr. Timbó-Clinico Geral e Geriatria(Segunda a quarta).
  • Dr. Flavio- Dermatologia (a cada 15dias).
  • Dra. Anita- Dentista (Quinta pela tarde, sexta dia todo).
  • Dr. Heldaneo- Fisioterapeuta (Segunda a quinta).
  • Exames laboratoriais (Segunda a Sexta)

Groaíras: Casal é alvejado a balas em assalto na localidade de Córrego dos Matos.


A violência e insegurança, que tem reinado em nosso estado não tem dado sossego nem mesmo no interior. Em Groaíras, cidade localizada a 240km da capital Fortaleza, a população tem sentido isso na pele, assaltos a comércios tem se tornado rotina, e nas localidades do município o povo também não escapa. 

Na noite dessa sexta-feira, 26 de setembro, na localidade de Córrego dos Matos, um casal que se direcionava a sede do município, foi abordado na estrada por indivíduos num veiculo Corsa, que anunciaram o assalto. Na ocasião os bandidos efetuaram disparos contra as vitimas, onde uma mulher conhecida por "Jackeline" foi atingida com um tiro na perna, e o seu esposo atingido nas costas. Ambos com ferimentos graves foram direcionados a Sobral;

Os bandidos tiveram exito na fuga.

Cid não consegue explicar relação com Paulo Roberto Costa, aponta ISTOÉ


Cid Gomes (Pros), figura, pela terceira semana consecutiva, nas páginas da revista ISTOÉ. O destaque, mais uma vez, é pouco é pouco lisonjeiro para o governador cearense. Na edição desta semana, que chega às bancas amanhã (28), a revista afirma que “a mentira continua”, pois Cid segue sem conseguir explicar sua relação com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

“Fizeram uma edição da foto. Cortam uma foto de uma reunião de 2008, na qual apareço junto a vários diretores da Petrobras e minha equipe, e me mostram ao lado do funcionário. Isso é brincadeira! Não tenho relação com esse senhor”, afirmou o governador, na última terça-feira (23), para justificar o histórico de encontros entre o governador e o ex-diretor, divulgado, há uma semana, pela ISTOÉ.

Para provar que não “adulterou” a imagem, o semanário apresenta outro ângulo da foto, que, de fato, mostra Paulo Roberto Costa à direita de Cid Gomes. “A revista ISTOÉ não manipula fotos. De maneira alguma. Como se pode ver na foto acima sob um novo ângulo, sem qualquer edição ou corte, o governador estava ao lado de Paulo Roberto Costa numa reunião ocorrida no dia 10 de junho de 2008, no Palácio de Iracema, destinada a tratar da construção da refinaria Premium II, no Ceará. Há outros diretores da Petrobras na imagem, mas em nenhum momento ISTOÉ afirmou que Cid Gomes estava sozinho com Costa no encontro”, argumenta a revista.

Ainda na matéria desta semana, a revista volta a reforçar que a reunião que a foto ilustra foi apenas o primeiro de pelo menos oito encontros entre Cid – ou integrantes do governo do Ceará – com Costa entre junho de 2008 e janeiro de 2014, dois meses antes de o ex-diretor da Petrobras ser preso.

Por fim, a ISTOÉ elenca a sequencia que chama de “toada de inverdades” apresentadas pelo governador cearense e aponta que o recurso da negação, mesmo diante de fatos, “é artifício comum aos políticos flagrados em malfeitos”, que vão adaptando versões conforme novas evidencias vão aparecendo.

“Cid Gomes já negou ter visto e se encontrado com o delator. Em seguida, refez a declaração, dizendo que as reuniões eram “apenas institucionais”, o que também não é verdade, já que encontros ocorreram mesmo depois de Paulo Roberto Costa ter deixado a Petrobras. As mentiras continuam”, finalizou a revista.

Histórico

Há 15 dias, o governador do Ceará, Cid Gomes, recorreu e conseguiu na Justiça de Fortaleza censurar a edição da revista ISTOÉ que circularia no fim de semana. A publicação dizia que Gomes estaria entre os políticos acusados pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa de participar de um esquema de corrupção na estatal. Graças a uma decisão do ministro Luis Roberto Barroso, do STF, a liminar foi derrubada e aos leitores foi permitido o livre acesso à informação. Na semana passada, a revista apresentou a cronologia dos encontros entre o governador e o ex-diretor. À revista, Cid voltou a negar a relação com Costa e afirmou que as imagens apresentadas foram “adulteradas”.

Leia a matéria da revista ISTOÉ no link: A mentira continua.

* Com informações da revista ISTOÉ via Ceará News7.

DELAÇÃO PREMIADA: Campanha de Dilma em 2010 pediu dinheiro ao esquema do ‘petrolão’


Há três semanas, a revista VEJA revelou que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa havia dado às autoridades o nome de mais de trinta políticos beneficiários do esquema de corrupção envolvendo a estatal.

A lista, àquela altura, já incluía algumas das mais altas autoridades do país, entre elas, o Governador do Ceará, Cid Gomes, além de integrantes dos partidos da base de apoio do governo do PT.

Ficou delineada a existência de um propinoduto cujo objetivo, ao fim e ao cabo, era manter firme a adesão dos partidos de sustentação ao governo. O esquema foi logo apelidado de “petrolão”, o irmão mais robusto, mas menos conhecido, do mensalão, dessa vez financiado por propinas cobradas de empresas com negócios com a Petrobras.

À medida que avançava nos depoimentos, Paulo Roberto ia dando mais detalhes sobre o funcionamento do esquema e as utilidades diversas do dinheiro que dele jorrava. Em decorrência da audácia do caso, mesmo se comparado aos padrões de corrupção no Brasil, o esquema foi comparado a um “elefante-voador” — algo pesadamente inacreditável, mas cuja silhueta estava lá bem visível nos céus de Brasília.

Agora, surge mais um “elefante-voador” originário do mesmo ninho do anterior. Paulo Roberto Costa contou às autoridades que, em 2010, foi procurado por Antonio Palocci, então coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff.

O ex-diretor relatou ter recebido o pedido de pelo menos 2 milhões de reais para a campanha presidencial do PT. A conversa, segundo ele, se deu antes do primeiro turno das eleições. Antonio Palocci conhecia bem os meandros da estatal. Como ministro da Fazenda, havia integrado seu conselho de administração. Era de casa, portanto, e como tal tinha acesso aos principais dirigentes da companhia. Aos investigadores, Paulo Roberto Costa contou que a contribuição que o ex-ministro pediu para a campanha de Dilma sairia da “cota do PP” na Petrobras.

Quando as autoridades quiseram saber se o dinheiro chegou ao caixa de campanha de Dilma em 2010, Paulo Roberto limitou-se a dizer que acionou o doleiro Youssef para providenciar a “ajuda”. 

Pelo trecho da delação a que VEJA teve acesso, Paulo Roberto Costa diz não poder ter certeza de que Youssef deu o dinheiro pedido pela campanha de Dilma, mas que “aparentemente” isso ocorreu, pois Antônio Palocci não voltou a procurá-lo.

FONTE: VEJA

Reservas: (88) 3647 1208.

OFENSA INFUNDADA Justiça Eleitoral concede direito de resposta ao PT na Veja


O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu, na última quinta-feira (25), conceder direito de resposta ao PT na revista Veja, publicação da Editora Abril, em razão de uma reportagem publicada na edição de 17 de setembro, número 2391, com o título “O PT sob chantagem” que afirmou que a legenda pagou para impedir a divulgação de um escândalo.

O material publicado afirma que Enivaldo Quadrado, ex-sócio da corretora Bônus Bansval, chantageou o partido de Dilma Rousseff para não revelar uma operação que teria desviado R$ 6 milhões da Petrobras em 2004. Ao escrever a matéria, Veja afirmou que o PT pagava o doleiro para não trazer à tona o suposto envolvimento do partido com desvios na Petrobras.

O advogado do PT, Alexandre Severo, afirmou que a reportagem ofendeu o partido e prejudicou a sigla no processo eleitoral. O ministro Admar Gonzaga, relator do processo, afirmou que a reportagem apresentava uma “ofensa infundada” contra o PT. “A matéria não informa a origem dos dólares que afirmou terem sido usados para silenciar Enivaldo Quadrado”, afirma.

Segundo informações de O Globo, a decisão foi unanime. Em seu voto, o ministro Teori Zavascki informou que o direito de resposta não é punição, mas sim uma forma de garantir a igualdade de manifestação. "Não se trata de uma sanção de qualquer espécie e não se trata também de contrapor o direito de resposta ao direito de liberdade de expressão. Pelo contrário, o direito de expressão, tal como plasmado na Constituição, é composto também do direito de resposta. É um direito constitucional de se contrapor".

Agora, a publicação da Editora Abril será obrigada a publicar a resposta do PT em uma página inteira, na próxima edição após a intimação. “O texto será escrito em caixa alta, numa página inteira, localizada logo após a metade do caderno, onde foi publicada a fotografia do leque de dólares”, decidiu a Corte. A editora também deverá juntar aos autos do processo uma “comprovação do cumprimento dessa decisão”, de acordo com o relator.

Com informações do portal Comunique-se via Ceará News7

REVISTA VEJA: José Guimarães encontra dificuldades financeiras para bancar sua reeleição

O deputado José Guimarães, vice-presidente nacional do PT, vem encontrando dificuldades financeiras para bancar sua reeleição. De acordo com a revista Veja desta semana, o cearense já pediu auxilio a companheiros de partido, mas, até o momento, não obteve o retorno de que precisa para alavancar sua campanha e conquistar o terceiro mandato como deputado federal. 

* Com informações da revista Veja.

Encaminhada convocação de Cid Gomes para depor na CPI da Petrobras


Enquanto aguarda o conteúdo da delação premiada do ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura denúncias de corrupção na estatal está recebendo outros documentos relevantes para a investigação. É o caso da transferência de sigilos bancários de alguns dos investigados.

Nestas duas últimas semanas, chegaram à comissão de inquérito dados dos bancos Bradesco, Itaú, HSBC, Caixa Econômica Federal e Banco Safra. Entre os arquivos, estão movimentações do doleiro Alberto Youssef e de Paulo Roberto Costa, dois dos principais acusados de operarem um esquema de desvio de dinheiro que teria movimentado ilegalmente R$ 10 bilhões, segundo a Polícia Federal. Ambos estão presos no Paraná.

Os bancos enviaram também sigilos das duas filhas de Paulo Roberto, Ariana e Shanni, e dos dois genros dele, Humberto Sampaio de Mesquita e Márcio Lewkowicz. Os quatro também são investigados por participação no esquema. Além disso, no dia em que foi deflagrada a operação Lava Jato, responsável por desmantelar a quadrilha, a Polícia Federal informou que eles retiraram documentos e dinheiro do escritório da Costa Global Consultoria, empresa de Paulo Roberto, na tentativa de ocultar provas.

Com isso, os parlamentares têm em mãos detalhes sobre créditos e débitos de movimentações, sejam elas em contas correntes, poupanças, investimentos em fundos, títulos e valores mobiliários, de renda fixa ou variável, além de operações de câmbio. As informações são sigilosas e estão disponíveis somente para os parlamentares integrantes da comissão e assessores autorizados por eles.

Quanto à delação premiada do ex-diretor da estatal, o processo só será enviado ao Legislativo depois de sua homologação pela Justiça, segundo informou na terça-feira (23) o presidente da CPMI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), após reunião de integrantes da comissão com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Cid Gomes
Por conta das eleições, a CPI Mista não terá sessão na próxima semana e vai se reunir somente no dia 8 de outubro, após o primeiro turno, para ouvir Meire Poza, contadora de Youssef. Senadores e deputados poderão indagá-la já sabendo do conteúdo do depoimento dela à Justiça Federal. O material chegou à comissão na quarta-feira (24) e também tem acesso restrito.

Enquanto isso, a CPI continua recebendo requerimentos dos parlamentares. Centenas deles aguardam deliberação. O mais recente é do deputado João Magalhães (PMDB-MG), que quer a convocação do governador do Ceará, Cid Gomes (Pros).

O parlamentar alega que, conforme reportagem da revista Isto É, Paulo Roberto Costa incluiu o nome do governador entre os envolvidos na corrupção na Petrobras. Também estão pendentes pedidos de cópias de documentos e mais convocações, inclusive de Marcos Valério, preso depois de ter sido condenado no processo do Mensalão.

A CPMI tem a participação de senadores e deputados e funciona paralelamente à CPI exclusiva do Senado, com idênticos objetos de investigação: irregularidades envolvendo a Petrobras entre 2005 e 2014 relacionadas à compra da Refinaria de Pasadena, nos EUA; ao lançamento no mar de plataformas inacabadas; ao pagamento de propina a funcionários da estatal; e ao superfaturamento na construção de refinarias, principalmente a de Abreu e Lima, em Pernambuco.

* Com informações da Agência Senado


Profissionais capacitados e atendimento com qualidade!

Vários profissionais e todos os tipos de exames laboratoriais você encontra aqui.

Na clinica Dr. Timbó você encontra:

  • Dr. Timbó-Clinico Geral e Geriatria(Segunda a quarta).
  • Dr. Flavio- Dermatologia (a cada 15dias).
  • Dra. Anita- Dentista (Quinta pela tarde, sexta dia todo).
  • Dr. Heldaneo- Fisioterapeuta (Segunda a quinta).
  • Exames laboratoriais (Segunda a Sexta)

Fortaleza: Vereador 'Aonde É' é preso em flagrante


O vereador de Fortaleza “Aonde É" (PTC), como é mais conhecido Antônio Farias de Sousa, foi preso nesta sexta-feira (26). O parlamentar foi levado para o 2° Distrito Policial (DP), no bairro Meireles, onde está sendo registrado o flagrante contra o parlamentar.

De acordo com o boletim, “Aonde É" foi detido pela Divisão de Inteligência da Polícia Civil, que atendeu a denúncia de um assessor parlamentar dele, que não teve o nome divulgado. No momento, o vereador estava em uma agência bancário na Av. Monsenhor Tabosa, no Centro da Capital, supostamente aguardando que o servidor sacasse o salário, de R$ 1.900,00, para poder tomar o valor.

Em depoimento para a delegada Socorro Portela, responsável pela unidade policial, o funcionário do gabinete de “Aonde É" disse que vinha sendo vítima de ameaças e intimidações para que entregasse o dinheiro. Ele teria inclusive pedido demissão do cargo, mas a dispensa fora negada pelo vereador.

Em entrevista, o advogado Leandro Velasques, que representa "Aonde É", alegou que tudo não passa de um "grande equívoco". Seu cliente estaria no local para receber o dinheiro de um empréstimo, que seria pago por um amigo dos dois envolvidos.

O caso está sendo registrado como flagrante de Concussão, que é o ato de exigir para si ou para outrem, dinheiro ou vantagem em razão da função. O crime é punido com pena de reclusão, de dois a oito anos, e multa.

Depois de recolher os depoimento, a delegada poderá encaminhar o parlamentar para a Delegacia de Capturas, no Centro. O advogado insiste na liberação de “Aonde É".

INVESTIGADO
No início do mês de agosto, o Ministério Público Estadual do Ceará (MPE-CE) passou a investigar o vereador “Aonde É” pelo suposto desvio de Verba de Desempenho Parlamentar na Câmara Municipal. Na época, foram expedidos mandados de busca e apreensão para confirmar a denúncia de que ele estaria repassando apenas parte dos salários de servidores do seu gabinete, guardando para si o valor restante.

Nossa produção entrou em contato com a assessoria de comunicação da Câmara de Vereadores de Fortaleza, que ainda não se pronunciou sobre o caso.