terça-feira, 9 de maio de 2023

Em prol da saúde do Centro-Sul, deputado estadual Marcos Sobreira mostra poder de união



O debate proposto pelo deputado estadual Marcos Sobreira (PDT) contou com a presença da secretária de saúde do Ceará, Tânia Mara, diversos de prefeitos da região, deputados estaduais, presidente da APRECE (Associação dos Municípios do Estado do Ceará), inúmeros vereadores, UVC (União dos Vereadores do Ceará), secretários municipais de saúde, COSEMS (Conselho das Secretarias Municipais de Saúde Municipais de Saúde do Ceará, Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público do Estado, Defensoria Pública, além da sociedade civil.

A reunião teve como principal objetivo debater soluções para o custeio e funcionamento do Hospital Regional de Iguatu, a maior unidade médica de todo Centro-Sul e que atende a 10 municípios - Iguatu, Quixelô, Catarina, Jucás, Mombaça, Piquet Carneiro, Irapuan Pinheiro, Acopiara, Cariús e Saboeiro - exclusivamente através do SUS, oferecendo serviços de urgência e emergência, traumatologia, ginecologia, obstetrícia, neonatologia, clínica médica e pediátrica.

Uma das possíveis soluções propostas na audiência foi a estadualização do hospital que hoje é gerido pela Prefeitura de Iguatu e recebe recursos federais, estaduais e dos municípios. “A nossa ideia é que, de comum acordo, a prefeitura repasse a condução do hospital para que o Governo do Estado possa administrar. Há anos temos recebido reclamações da população sobre o HRI e tínhamos que buscar uma saída efetiva para melhorar esse cenário. Fico muito feliz que conseguimos reunir tantas pessoas neste momento, inclusive algumas lideranças da região que estavam inertes para a situação e que agora também querem ajudar.”, destacou Marcos Sobreira.

A secretária de saúde do Estado, Dra. Tânia Mara, se comprometeu a ir ao município de Iguatu com a equipe da SESA no próximo dia 26 de maio para ver de perto toda a estrutura disponível, serviços e custos do HRI para buscar soluções céleres, finalizar a auditoria e, a partir daí, fechar uma posição sobre o que será feito. “É possível sim estadualizar a unidade e vamos fazer o que for preciso para atender com qualidade a população de Iguatu e do Centro-Sul”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Tauá