quarta-feira, 11 de junho de 2014

"Se não tivéssemos AL tão submissa, você já estaria na Papuda", diz Wagner para Ciro



O vereador Capitão Wagner (PR)disparou nesta terça-feira, 10, pesadas críticas contra o secretário de Saúde do Ceará, Ciro Gomes (Pros), em sua página no Facebook. Na rede social, o parlamentar rebateu supostas acusações do secretário contra ele e disse que, caso o Ceará “não tivesse uma Assembleia Legislativa tão submissa”, Ciro já estaria na Papuda – presídio onde estão presos réus condenados pelo Mensalão.

“Mais uma vez ele me chama de chefe de milícia sem provas. Nós temos relatos na crônica policial de vários políticos envolvidos em orgias regadas a cocaína, bebidas, prostitutas e meu nome não aparece em nenhum desses relatos. Se não tivéssemos uma Assembleia Legislativa tão submissa você já estaria no presídio da Papuda”, disse.

“Não se preocupe, pois se eu for Secretário de Segurança não vou acabar com todas as bocadas do Brasil, pois trabalharemos somente no Ceará”, continua, em referência a suposto convite que teria recebido de Eunício Oliveira (PMDB) para ser secretário de Segurança no caso de uma gestão do PMDB. “Você poderá se satisfazer nos Estados vizinhos”, completa.

Milícia e narcotráfico

Segundo Wagner, críticas teriam sido motivadas por novos ataques de Ciro Gomes contra ele. Em maio deste ano, o secretário chamou o vereador de “picareta” e o acusou de chefiar milícia ligada ao narcotráfico na Polícia Militar do Estado. Na época, as corporações policiais chegaram inclusive a abrir investigação sobre o tema, que segue até hoje sem conclusão.

O POVO Online procurou a Secretaria de Saúde para comentar o caso, mas ligações aos números da assessoria de imprensa não foram atendidos. A assessoria do vereador Capitão Wagner confirma que a publicação é mesmo do parlamentar.


Redação O POVO Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário