sábado, 6 de junho de 2020

  
Paulino Car
Av. Presidente Castelo Branco
Centro | Varjota- CE
Fone : (88) 3639-4110 | 9933-1814 | 9622-9594
E-mail: paulinocar15@gmail.com

Covid-19: Groaíras soma 127 casos confirmados. 55 estão recuperados


Neste sábado, 06, o município de Groairas teve o aumento de mais um caso de Covid-19 confirmado. O município já soma 127 confirmações. São 69 ativos, 55 pessoas recuperadas e 03 Óbitos.

Brasil atinge 35.930 mortes por coronavírus com 904 registros em 24 horas

Coronavírus Covid-19 ilustração

De acordo com atualização do Ministério da Saúde neste sábado (06/06), o Brasil registra 35.930 mortes em decorrência da Covid-19 — 904 foram contabilizadas nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia no país, 672.846 pessoas já foram infectadas pelo Sars-CoV-2, sendo que 27.075 novos diagnósticos foram feitos de sexta para sábado.

O Brasil ocupa o 2º lugar no ranking mundial de casos de Covid-19 e o 3º lugar em relação ao número de mortes. Na quinta, o país ultrapassou a Itália na quantidade de falecimentos e, desde então, fica atrás apenas dos Estados Unidos e da Inglaterra.

Dados atrasados

O boletim diário do Ministério da Saúde virou assunto polêmico nos últimos quatro dias. Neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o governo passou a adotar uma nova sistemática para prestar informações sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus no país para evitar subnotificações e inconsistências.

O documento, que começou a ser divulgado às 16h na gestão Mandetta, foi adiado permanentemente para as 19h durante o período de Nelson Teich como ministro da Saúde. Desde a saída do oncologista, a divulgação dos números para a população vem atrasando cada vez mais: na quarta (03/06), na quinta e na sexta, a tabela atualizada só foi enviada às 22h.

A pasta justificou o atraso de quarta-feira como sendo causado por “problemas técnicos” e o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, chegou a dizer, em entrevista coletiva, que o a compilação de dados é complexa e, às vezes, era necessário ligar para as secretarias em busca de confirmações.

Ontem, não houve justificativa. Mas, nos bastidores, a especulação é que o presidente Jair Bolsonaro teria ordenado o atraso para que os jornais televisionados à noite e os veículos impressos não conseguissem fazer a divulgação.

*Metrópoles

A Clinica Dr. Timbó está com atendimento em diversas especialidades, como:

* Cardiologia - Dr. Dimas
  • Consultas
  • Eletrocardiograma(ECG)
  • Ecocardiograma(ECO)
* Dermatologia - Dr Flavio
* Pediatria - Dr Portela
* Dentista - Dra. Anita
* Ultrassonografia - Dr. Faustino
* Nutricionista - Dra. Iana Melo
* Psicóloga - Dra Mônica Ximenes
* Psicólogo - Dr David Fernandes
* Ginecologista e Obstetra - Dr Emanuel Pequeno

* Dr Janssen Loiola - Especialidades:

  • Cirurgia Ancológica
  • Cirurgia Geral e Vídeolaparoscópia
  • Atendimento de lesões suspeitas ou malignas em cabeça e pescoço(Incluindo Tireoide, Parótida)
  • Mamas - Trato Digestivo - Pele - Partes Moles
  • Ginecológicas(Útero e Ovários)
  • Hérnia de parede abdominal e Doenças da Vesícula Biliar.

A clinica realiza ainda: 

* Exames de prevenção com a enfermeira Emilly, e Exames Laboratoriais, além do atendimento do Dr. Timbó na Geriatria(Médico de Idosos) e Clinico Geral.

Os agendamentos podem ser feitos através dos Número: (88) 9.8813-8533(Ligação e WhatsApp

Shoppings de Fortaleza voltam a funcionar gradualmente com horário reduzido

Shoppings tomaram medidas de proteção para o retorno das atividades após reabertura da economia  (Foto: FCO FONTENELE)
Shoppings tomaram medidas de proteção para o retorno das atividades após reabertura da economia (Foto: FCO FONTENELE)

Por causa da avaliação positiva em relação à redução dos indicadores de coronavírus no Ceará, o governador Camilo Santana (PT) confirmou o início da fase 1 do plano de retomada da economia em Fortaleza a partir da próxima segunda-feira, 8 de junho. Os shoppings da Capital terão sua reabertura de forma gradual, com horário de funcionamento reduzido, das 12h às 20h, a partir desta segunda. O governador destacou, no entanto, que o Estado segue em isolamento social, sendo proibidas aglomerações em praias, calçadões e praças.

Alguns shoppings, como Del Paseo, Riomar Fortaleza, Riomar Kennedy, Iguatemi e Grand Shopping, já a nunciaram medidas especiais para a reabertura. Os locais informam que no estacionamento, a emissão do ticket será automática, evitando a necessidade de utilizar botões para emiti-lo e que serão tomadas todas as medidas de segurança e higienização necessárias. Nem todas as portas de acesso ao shopping estarão abertas. Nas entradas acontecerão checagens de temperatura dos clientes.

“Reforço que o avanço dessa retomada depende muito do comportamento das empresas, mantendo os protocolos de funcionamento, de higienização. Depende também das pessoas, que só saiam em extrema necessidade, continuando proibidas aglomerações e com uso obrigatório de máscara em todo o Estado”, diz Camilo. O prefeito Roberto Cláudio também reforça o pedido: “Essa 1ª fase não significa um “libera geral”, muito pelo contrário. A gente continua em isolamento social”.

Serviço

Reabertura de shoppings da capital
Quando: segunda-feira, 8 de junho
Horário: das 12h às 20h

*O Povo Online
  
Localizado dentro do Mercado Central de Fortaleza

Ceará passa dos 63 mil casos e chega a 3.965 mortes por coronavírus; quase 43 mil recuperados

O epicentro da epidemia de coronavírus no Ceará, é Fortaleza  (Foto: Aurelio Alves/O POVO)
O epicentro da epidemia de coronavírus no Ceará, é Fortaleza 
(Foto: Aurelio Alves/O POVO)

O Ceará contabiliza 63.575 casos confirmados de Covid-19 e 3.965 óbitos pela doença. Os dados foram atualizados neste sábado, 6, às 17h24min pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Foram 1.399 casos e 58 óbitos a mais que os totais registrados na última atualização de sexta-feira, 5. Dois óbitos ocorreram nas últimas 24 horas.

Os novos casos e novos óbitos são noticiados de acordo com a data de confirmação, mediante o resultado dos exames. O dado não significa que as mortes tenham ocorrido nessa data, mas que houve o resultado do exame com a confirmação de que o paciente tinha Covid-19 e posterior registro.

Balanço aponta ainda que 42.961 pessoas já se recuperaram da doença no Estado e 55.287 casos seguem em investigação. Além disso, já chega a 148.493 o número de exames realizados no Estado.

Fortaleza é o município com o maior número de confirmações da patologia, com 27.320 casos confirmados e 2.459 mortes. Sobral, município distante 234,8 km da Capital, vem logo depois com 3.047 casos confirmados e 118 mortos, seguido de Caucaia (2.383 casos confirmados, 148 mortos) e Maracanaú (2.210 casos confirmados, 153 mortos).

Na sexta-feira, o Ceará tinha 62.176 casos confirmados de Covid-19 e 3.907 óbitos.

Na quinta-feira, o Ceará tinha registrado 58.624 casos confirmados de Covid-19 e 3.743 mortes.

Na quarta-feira, dia 3, o Ceará chegou a 57.994 casos confirmados e 3.666 mortes de Covid-19.

Coronavírus: Ceará tem recorde de 316 mortes registradas em um dia

Até segunda-feira, 1º, o Ceará possuia 50.504 casos e 3.188 mortes por Covid-19.

No domingo, o Ceará chegou a 48.489 casos confirmados e 3.010 mortes pelo novo coronavírus.

No sábado, 30 o Ceará chegou a 47.822 casos confirmados e 2.956 mortes, diante dos 38.395 casos confirmados da doença e 2.859 óbitos na última sexta, 29. Houve salto nos números porque foram incluídos resultados de 20.668 exames feitos nos últimos 30 dias, com a testagem em massa dos municípios cearenses. Já na sexta, antes do incremento, foram contabilizados em um dia 441 novos casos e 45 óbitos.

O governador Camilo Santana (PT) anunciou transição para reabertura das atividades econômicas, a partir de segunda-feira, 1º de junho (01/06). O decreto de isolamento social será prorrogado, mas o isolamento rígido, o chamado lockdown, será encerrado.

Camilo Santana justificou medida alegando que casos da doença apresentaram estabilidade e que novo planejamento deve funcionar de forma diferenciada nas regiões do Estado, levando em consideração os índices da doença em cada município.

Ceará passa de 37 mil casos e 2.600 mortes por coronavírus; 23.299 se recuperaram na terça-feira, 26 de maio

Até 25 de maio, o Ceará tinha 36.185 casos e 2.493 mortes por coronavírus.

O Ceará fechou o penúltimo fim de semana de maio com 2.324 mortes por Covid-19 e 35.595 casos confirmados do novo coronavírus, além de 21.488 pessoas que se recuperaram da doença.

Coronavírus: Números do Ceará

55.287 casos em investigação


148.493 exames realizados

63.575 casos confirmados

3.965 óbitos

6,2% de taxa de letalidade

42.961 pessoas recuperadas

2 óbitos aconteceram nas últimas 24 horas

*O Povo Online


   
Paulino Car
Av. Presidente Castelo Branco
Centro | Varjota- CE
Fone : (88) 3639-4110 | 9933-1814 | 9622-9594
E-mail: paulinocar15@gmail.com

Camilo confirma 1ª fase da retomada em Fortaleza a partir de segunda-feira, 8; isolamento é prorrogado no Ceará

Anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) e pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) (Foto: Reprodução)
Anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) e pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) (Foto: Reprodução)

Devido avaliação positiva da redução dos indicadores de coronavírus, o governador Camilo Santana (PT) confirmou o início da fase 1 do plano de retomada da economia no Ceará em Fortaleza a partir da próxima segunda-feira, 8. Além do avanço na reabertura, foi anunciada a prorrogação do decreto de isolamento social por mais sete dias em todo o Estado também a partir de segunda-feira. Sobral, Acaraú, Camocim e Itarema, municípios da Região Norte, terão o atual lockdown renovado. Medidas mais restritivas na mesma região serão recomendadas no novo decreto.

A primeira fase do plano que é formado por quatro estágios só começa na Capital. Para o resto dos municípios cearenses, permanece a fase de transição. Após o fim da nova prorrogação do decreto de isolamento, a situação será reavaliada. Anúncio foi feito por meio de live no início da tarde deste sábado, 6, junto ao prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Na etapa que começa segunda-feira na Capital, ficam autorizados a retomar atividades 18 setores da economia, incluindo parte da indústria, construção civil e algumas cadeias do comércio. Medida semelhante já estava em vigor desde 1º de junho, mas ainda em fase de testes. O governador destaca, no entanto, que o Estado segue em isolamento social, sendo proibidas aglomerações em praias, calçadões e praças.

“Reforço que o avanço dessa retomada depende muito do comportamento das empresas, mantendo os protocolos de funcionamento, de higienização. Depende também das pessoas, que só saiam em extrema necessidade, continuando proibidas aglomerações e com uso obrigatório de máscara em todo o Estado”, diz Camilo. O prefeito Roberto Cláudio também reforça o pedido: “Essa 1ª fase não significa um “libera geral”, muito pelo contrário. A gente continua em isolamento social”.

Região Norte terá lockdown

Camilo Santana destaca que houve “melhoria significativa” nos indicadores da Capital para o novo coronavírus, mas que há preocupação sobre crescimento de casos no Interior, sobretudo na Região Norte do Estado. “Por isso, vamos manter isolamento radical em municípios como Sobral, Acaraú, Camocim e Itarema, inclusive recomendando aos municípios da microrregião dessas quatro cidades que também tomem ações restritivas”.


O governador anuncia ainda que, nesse sentido, estão sendo ampliada a capacidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional Norte, em Sobral, e em alguns municípios da Região. Nas demais regiões, segue valendo fase de transição prevista no decreto de 1º de junho. "Na Região Norte mantém isolamento rígido, nas outras três (Cariri, Centro Sul e Jaguaribe) vamos observar o comportamento dos indicadores e, em Fortaleza, vamos para a 1ª fase da retomada".

*O Povo Online

Uso de máscara segue obrigatório e aglomerações ainda são proibidas

Uso de máscaras segue obrigatório no Ceará; já as aglomerações continuam proibidas (Foto: FÁBIO LIMA)
Uso de máscaras segue obrigatório no Ceará; já as aglomerações continuam proibidas (Foto: FÁBIO LIMA)

Mesmo com o início da fase 1 do plano de retomada da economia no Ceará em Fortaleza, a partir da próxima segunda-feira, 8, ainda é obrigatório o uso de máscara ao sair de casa em todo o Estado. Paralelamente, continuam proibidas aglomerações em lojas e shoppings, bem como frequentar espaços públicos, como praias e feiras. "Essa primeira fase não significa um 'libera geral', muito pelo contrário. A gente continua em isolamento social", frisa o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), em live transmitida na tarde deste sábado, 6.

Além do avanço na reabertura, foi anunciada a prorrogação do decreto de isolamento social por mais sete dias em todo o Estado também a partir de segunda-feira.
Sobre o assunto

Continua essencial adotar medidas de proteção individual como lavar sempre as mãos, usar álcool em gel e manter distância de outras pessoas ao sair de casa. Conforme RC, se não houver responsabilidade individual e coletiva nos cuidados para evitar a transmissão da Covid-19 durante a reabertura gradual da economia, o processo "pode ter que parar, caso os indicadores voltaram a piorar".

"É importante que cada um de nós seja fiscal. Se observar aglomeração em lojas, shoppings e espaços públicos, é importante que a denúncia seja feita no 190. É importante que cada um de nós que vai trabalhar ou, eventualmente, sair de casa para fim essencial, se cuide, evite ficar próximo as pessoas, use máscara e álcool em gel. Essas medidas de proteção individual continua absolutamente fundamentais. Frequentar calçadões, espaços públicos, praias, feiras livres não é permitido", alerta Roberto Cláudio.

O prefeito explica que a reabertura das atividades econômicas na Capital, que acontece em quatro etapas, é possível em razão do isolamento social (desde o dia 20 de março) e o posterior isolamento social rígido (entre os dias 8 e 31 de maio) decretados no município.

"Reforço que o avanço dessa retomada depende muito do comportamento das empresas, mantendo os protocolos de funcionamento, de higienização. Depende também das pessoas, que só saiam em extrema necessidade, continuando proibidas aglomerações e com uso obrigatório de máscara em todo o Estado", acrescenta Camilo.

*O Povo Online

A Clinica Dr. Timbó está com atendimento em diversas especialidades, como:

* Cardiologia - Dr. Dimas
  • Consultas
  • Eletrocardiograma(ECG)
  • Ecocardiograma(ECO)
* Dermatologia - Dr Flavio
* Pediatria - Dr Portela
* Dentista - Dra. Anita
* Ultrassonografia - Dr. Faustino
* Nutricionista - Dra. Iana Melo
* Psicóloga - Dra Mônica Ximenes
* Psicólogo - Dr David Fernandes
* Ginecologista e Obstetra - Dr Emanuel Pequeno

* Dr Janssen Loiola - Especialidades:

  • Cirurgia Ancológica
  • Cirurgia Geral e Vídeolaparoscópia
  • Atendimento de lesões suspeitas ou malignas em cabeça e pescoço(Incluindo Tireoide, Parótida)
  • Mamas - Trato Digestivo - Pele - Partes Moles
  • Ginecológicas(Útero e Ovários)
  • Hérnia de parede abdominal e Doenças da Vesícula Biliar.

A clinica realiza ainda: 

* Exames de prevenção com a enfermeira Emilly, e Exames Laboratoriais, além do atendimento do Dr. Timbó na Geriatria(Médico de Idosos) e Clinico Geral.

Os agendamentos podem ser feitos através dos Número: (88) 9.8813-8533(Ligação e WhatsApp)

Após indicação de Carlos ao governo, escola Wizard nega relação com ex-dono

Carlos Wizard

A pós o empresário conhecido como “Carlos Wizard”, fundador e ex-dono da escola de idiomas Wizard, ser indicado para o cargo de secretário no Ministério da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), o colégio negou qualquer ligação com ele.

“Gostaríamos de reforçar que não há nenhum vínculo entre a marca e o empresário Carlos Martins. Desde 2014, a Wizard está sob gestão da multinacional britânica Pearson, após aquisição que foi amplamente divulgada pela imprensa na época”, informou a assessoria de imprensa da Wizard em nota.

Os representantes da empresa informaram que tem sido procurados por veículos de imprensa para comentar a indicação. Por isso, explicaram, tomaram a inciativa de tornar pública a posição da empresa.

“Salientamos que não há qualquer vínculo da Wizard com o empresário Carlos Martins, com nenhum governo, nem com partidos políticos”, reforçou.

Indicação

O empresário bilionário Carlos Wizard Martins (à esquerda na foto em destaque), ligado a marcas como Mundo Verde e Pizza Hut, foi convidado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, para chefiar a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE), um dos cargos mais importantes do Ministério da Saúde.

Wizard já atua como conselheiro de assuntos estratégicos da pasta desde 21 de maio e, de acordo com o próprio empresário, a função foi aceita para ser feita sem remuneração. Nos bastidores, ele já sinalizou que aceitará o convite para o novo cargo.

O setor entregue a Carlos Wizard é responsável por formular e implementar políticas nacionais de ciência, tecnologia e inovação em saúde, assistência farmacêutica e fomento à pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de saúde.

*Metrópoles

Carlos Wizard vai assumir secretaria do Ministério da Saúde

Fabiano Accorsi | Divulgação

O empresário Carlos Wizard, fundador da rede Wizard de escolas de inglês, foi convidado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, para assumir o comando da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE).

A assessoria de Wizard confirmou o convite e disse que ele aceitará o posto no governo federal.

A equipe da pasta já está ciente da nomeação.

Wizard atua como conselheiro de Assuntos Estratégicos no ministério.

O bilionário e o ministro interino da Saúde atuaram juntos na ‘Operação Acolhida’, que ajuda venezuelanos que cruzam a fronteira com o Brasil.

*conexaopolitica
Localizado dentro do Mercado Central de Fortaleza

Governo do Rio autoriza reabertura de shoppings, igrejas e bares

Comércio aberto no Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, determinou a reabertura de shoppings, bares, restaurantes, igrejas, estádios e pontos turísticos. As medidas constam em decreto publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado, na noite de sexta-feira (5), e já valem a partir deste sábado (6).

Aulas nas redes públicas e privadas continuam suspensas até o dia 21 de junho. A abertura gradual da economia do estado foi detalhada em nota divulgada pelo governo.

“A medida determina o funcionamento de alguns setores do comércio e da indústria em horários específicos para evitar aglomerações. O decreto 47.112 também prorroga, até o dia 21 de junho, algumas medidas restritivas de prevenção e enfrentamento à propagação do novo coronavírus no Estado do Rio. Para a elaboração do decreto, o governo do estado levou em consideração os dados epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), incluindo a redução do número diário de óbitos e das internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)”, informou a nota.

Assim, os shoppings podem funcionar das 12h às 20h, com limitação de 50% da capacidade, garantindo fornecimento de álcool em gel 70%. As praças de alimentação também podem reabrir, obedecendo ao limite de 50% da capacidade. Áreas de recreação, cinemas e afins, no entanto, permanecerão sem funcionar. O acatamento ou não das medidas cabe a cada prefeitura.

Porém, os shoppings estão incluídos em planejamento próprio de reabertura da prefeitura do Rio, que prevê a volta somente na segunda fase de liberações, a partir do próximo dia 15. Segundo a assessoria da prefeitura, portanto, os shoppings ainda estão proibidos de abrir na cidade do Rio.

Bares e restaurantes também podem voltar a abrir, respeitando o limite de 50% de sua capacidade. Pontos turísticos, como Cristo Redentor e Pão de Açúcar, também estão autorizados a abrir para o público, respeitando o limite de 50% de sua capacidade de lotação.

As organizações religiosas, como igrejas, centros e templos, estão autorizadas a funcionar, desde que seja observada a distância de um metro entre as pessoas.

As igrejas e capelas da Arquidiocese do Rio permanecem fechadas e os fiéis continuam sendo assistidos espiritualmente com as celebrações e outros atos através da internet e de suas mídias. Não há prazo ainda para a reabertura com a presença física dos fiéis.
Sem aglomeração

O funcionamento dos parques, para a prática de esportes, também está permitido, desde que não haja aglomeração. Ficam autorizadas as atividades esportivas individuais ao ar livre, inclusive em praias e lagoas.

Atividades esportivas de alto rendimento, como futebol, passam a ser autorizadas, desde que sem público e com os devidos protocolos de higienização.

De acordo com o decreto, estão suspensas até 21 de junho as aulas presenciais das redes de ensino estadual, municipal e privada. Também continuam fechados cinemas, teatros e academias de ginástica. Em caso de descumprimento das medidas, o governo reforçou que as forças de segurança pública poderão atuar.

O estado do Rio é o segundo em número de mortes e casos confirmados de covid-19 no país, atrás apenas de São Paulo. Segundo o boletim de sexta-feira (5) da Secretaria de Saúde, são 63.066 casos confirmados e 6.473 óbitos, com outras 1.185 mortes em investigação.

*agenciabrasil

Pandemia causa quase 400 mil mortes em todo o mundo

Bundesliga - Bayer Leverkusen v Bayern Munich

A pandemia de covid-19 já causou pelos menos 395.977 mortos em todo o mundo desde que o coronavírus foi detectado na China em dezembro.

Hoje (6), foram diagnosticados mais de 6.782.890 casos de infecção em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 2.943.700 foram considerados curados.

Os Estados Unidos, que decretaram a primeira morte por covid-19 em fevereiro, continuam a liderar a tabela dos países mais afetados, tanto em número de casos (1.897.838), como de mortes (109.143). O país tem 491.706 pessoas recuperadas.

Depois dos Estados Unidos, aparecem Reino Unido (40.261 mortos, 283.311 casos), Brasil (35.026 mortos, 645.771 casos), Itália (33.774 mortos, 234.531 casos) e França (29.111 mortos, 190.052 casos).

A China, onde o vírus foi identificado pela primeira vez, declara oficialmente 83.030 casos (apenas três novos entre sexta-feira e hoje), dos quais 4.634 mortos e 78.329 recuperados.

A Europa totaliza 182.708 mortos e 2.248.511 casos; a América do Norte (Estados Unidos e Canadá) contabiliza 116.894 mortes e 1.992.165 casos; América Latina e Caribe, 62.458 mortos e 1.245.077 casos; a Ásia apresenta 18.636 mortes e 652.812 casos; o Oriente Médio anotou 10.248 mortos e 458.222 casos; a África identifica 4.902 mortos e 177.477 casos; e Oceânia conta com 131 mortos e 8.632 casos.

O balanço é baseado em dados dos governos e da Organização Mundial da Saúde - OMS.

*agenciabrasil

Nova data das eleições municipais será decidida em junho

Entrevista coletiva do ministro Roberto Barroso por videoconferência. Brasília-DF, 26/05/2020

Foto: Roberto Jayme/ASCOM/TSE

Na última quinta-feira, a Lei Complementar nº 135, mais conhecida como Lei da Ficha Limpa, completou 10 anos. A legislação é considerada um avanço na elaboração, por mobilização popular, e em seu conteúdo.

Ela impede a candidatura e até retira mandatos de pessoas condenadas por decisão transitada em julgado ou por órgãos colegiados da Justiça, seja por prática de crimes comuns, contra o erário público e até em disputas eleitorais.

A lei mudou a história do Brasil. “Ela simboliza a superação de um tempo em que era socialmente aceita a apropriação privada do Estado e, sobretudo, a naturalização do desvio do dinheiro público”, avalia o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e também um dos onze ministros Supremo Tribunal Federal (STF).

Barroso estará à frente das eleições municipais de 2020, que deverão ter a data remarcada por decisão do Congresso Nacional por causa da pandemia de covid-19. A seguir a entrevista do ministro concedida à Agência Brasil.


Agência Brasil - Que balanço o senhor faz da Lei da Ficha Limpa?

Luís Roberto Barroso – Acho que foi uma lei extremamente importante para a vida política brasileira por muitas razões. Primeiro ponto que merece ser destacado é que ela foi resultado de um projeto de lei de iniciativa popular que contou com mais de 1,5 milhão de assinaturas. Houve mobilização da sociedade para que fosse editada uma lei, prevista na Constituição, cujo propósito era proteger a probidade administrativa e a moralidade para exercício do mandato - considerando a vida pregressa dos candidatos. Basicamente, a lei tem um conteúdo: ela torna inelegível, ou seja, não podem se candidatar para cargo eletivo, por oito anos, aquelas pessoas que tenham sido condenadas por crimes graves que a lei enumera, os que tenham tido as contas rejeitadas, ou que tenham sido condenadas por abuso de poder político e poder econômico, sempre por órgão colegiado – portanto, sempre com direito a pelo menos um recurso. Foi um esforço da sociedade brasileira, chancelado pelo Poder Legislativo e sancionado pelo presidente da República, para atender uma imensa demanda por integridade na vida pública. Esta lei, inserida em um contexto maior, de reação da sociedade brasileira contra práticas inaceitáveis, é um marco relevante na vida pública brasileira. Ela simboliza a superação de um tempo em que era socialmente aceita a apropriação privada do Estado e, sobretudo, a naturalização do desvio do dinheiro público.

Agência Brasil – O senhor sabe quantas candidaturas foram impedidas e quantos políticos diplomados ou já em exercício no cargo perderam mandato por serem fichas sujas?

Barroso – Eu não teria esse dado e menos ainda de cabeça, até porque boa parte dos registros de candidatura não são feitos no Tribunal Superior Eleitoral, mas sim nos tribunais regionais eleitorais. Eu posso assegurar que foram muitas centenas, se não alguns milhares. Temos duas situações. Temos os casos das candidaturas que não são registradas, assim se impede que alguém que não tinha bons antecedentes para fins eleitorais sequer fosse candidato. Nesse caso, há muitos milhares. E temos muitas centenas de decisões de candidatos que chegaram a participar de eleições, muitos concorreram com liminar obtida na Justiça e depois foram julgados inidôneos e tiveram o registro cassado. Um caso emblemático, decidido pelo TSE, diz respeito a novas eleições [para governador] no estado do Amazonas, em que houve a cassação da chapa e a realização de novas eleições.

Agência Brasil – Como o senhor enxerga algumas manobras para fugir da Lei da Ficha Limpa? Por exemplo, com lançamento de candidaturas laranjas?

Barroso – A questão de candidaturas laranjas não se coloca propriamente em relação à Lei da Ficha Limpa. Ela tem se colocado, e há muitas decisões do TSE nessa linha, em relação à obrigatoriedade de 30% de candidaturas femininas. Há muitas situações em que nomes de mulheres são incluídas na chapa, mas não para disputar verdadeiramente, apenas para cumprir tabela ou para inglês ver, e essas próprias mulheres terminam fazendo campanha para outros candidatos, inclusive repassando as verbas do fundo eleitoral e partidário a que teriam direito. O Tribunal Superior Eleitoral tem reagido com veemência a essa prática, manifestada em mulheres que têm votos irrisórios ou zero votos nas suas campanhas - muitas delas tendo recebido verbas para fazer a sua própria campanha. Nós recentemente, num caso equivalente no Piauí, entendemos que se a chapa tiver candidaturas laranjas se derruba toda a chapa. Se derruba a chapa inteira. Foi uma reação contundente do TSE para essa prática, que eu espero tenha desestimulado de vez, porque as consequências são graves.

Agência Brasil – No dia que a Lei da Ficha Limpa completou dez anos, a Agência Brasil trouxe percepção de entidades da sociedade civil sobre a legislação. Todas as organizações avaliam positivamente, mas apontam problemas no funcionamento do sistema político que não são tratados na lei. Uma das coisas assinaladas é a possibilidade de que pessoas com ficha suja, eventualmente até ex-presidiários, estejam à frente de partidos políticos, inclusive, decidindo sobre o uso dos recursos dos fundos eleitorais e partidários. Tem alguma coisa que a Justiça Eleitoral possa fazer contra isso?

Barroso – Eu gosto de dizer que o combate à corrupção tem alguns obstáculos. Um deles são os corruptos propriamente ditos. Temos os que não querem ser punidos e os que não querem ficar honestos nem daqui para frente. Tem gente que precisaria reaprender a viver sem ser com o dinheiro dos outros, inclusive gente que já cumpriu pena. Isso tem mais a ver com o estado civilizatório do país do que com a Lei da Ficha Limpa. Os partidos políticos são pessoas jurídicas de direito privado. Pela Constituição, eles têm autonomia. A Justiça Eleitoral não tem muita ingerência sobre a escolha dos órgãos diretivos dos partidos. Alguns partidos acabam sendo empreendimentos privados para receber verbas do fundo partidário e negociarem tempo de televisão. Eu acho que reformas recentes no Congresso, como a aprovação da cláusula de barreira, e a proibição de coligações em eleições proporcionais, vão produzir uma certa depuração do quadro partidário para que sobrevivam os que tem maior autenticidade programática e verdadeira representatividade. Objetivamente, o que a Justiça Eleitoral pode fazer é cassar os direitos políticos por oito anos, tornando as pessoas condenadas inelegíveis. Mas ela não tem ingerência direta sobre a economia interna dos partidos para impedir a escolha de determinados dirigentes, que melhor fariam se deixassem os espaços da vida pública para uma nova geração mais íntegra, idealista e patriótica. O TSE tem apoiado junto ao Congresso um projeto de lei que já foi aprovado no Senado pela implantação do sistema distrital misto, que é um sistema que barateia as eleições e aumenta a representatividade do parlamento. Nós consideramos que boa parte das coisas erradas que aconteceram no Brasil está associada ao modelo de financiamento eleitoral e ao custo das campanhas eleitorais. Nos achamos que um sistema eleitoral que barateia o custo e aumenta a representatividade do Parlamento nos ajudará a superar essas disfunções associadas ao financiamento eleitoral e a muitas coisas erradas que vem por trás dele.


Ministro Luís Roberto Barroso disse que a Lei da Ficha Limpa mudou a história do Brasil - Roberto Jayme/ASCOM/TSE

Agência Brasil – O senhor vai comandar as eleições municipais. Já tem uma data pacificada entre a Justiça Eleitoral e o Congresso para a realização do pleito?

Barroso – A possibilidade de adiamento das eleições é real. Eu penso que ao longo do mês de junho a Justiça Eleitoral e o Congresso Nacional, numa interlocução construtiva, deverão bater o martelo acerca de novas datas se sepultarmos que isso seja indispensável, embora seja propósito dos ministros do TSE e dos presidentes da Câmara e do Senado não remarcar para nenhuma data além deste ano.

Agência Brasil - O que o senhor acha das candidaturas para mandatos coletivos?

Barroso – Essa possibilidade não existe. O que nós temos, hoje ainda na Câmara [dos Deputados], parlamentares que foram eleitos por partidos políticos, porque é obrigatória a filiação partidária, mas que têm por trás de si algum movimento, um conjunto de ideias comuns. É o caso, por exemplo, do Movimento Acredito que elegeu parlamentares em diferentes partidos. Esses parlamentares se elegem por algum partido e exercem o mandato em nome próprio, não é um mandato coletivo, mas eles pertencem a um movimento. Uma questão que ainda vai ser decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral que é a seguinte: alguns desses movimentos firmam com os partidos uma espécie de carta compromisso em que o partido se compromete a aceitar esses vínculos que o candidato tenha com esse determinado movimento. O que aconteceu foi que na reforma da Previdência alguns parlamentares fiéis ao que consideravam ser a posição do seu movimento não seguram a posição do seu partido e aí há na Justiça Eleitoral uma discussão importante sobre fidelidade partidária e a legitimidade de alguma de sanção aplicada a esses parlamentares. Ficou uma discussão se essa carta compromisso do movimento político com o partido vale sobre as orientações partidárias. Eu nesse momento não posso opinar sobre essa questão porque ela está sub judice no TSE.

Agência Brasil – Isso deve ir a julgamento quando?

Barroso – Isso é difícil de eu responder porque depende de relator. Mas a Justiça Eleitoral é relativamente ágil, de modo que se não for decidir neste final de semestre, deverá ser no início do próximo.

Agência Brasil – Propaganda ilegal, fake news, abuso de poder econômico e outras ilicitudes poderão anular candidaturas e chapas no pleito que ocorrerá este ano?

Barroso – Antes de responder, que fique claro que estamos falando sobre eleições municipais futuras. Abuso de poder econômico e abuso de poder político invalidaram muitas chapas e há diversos precedentes. As fake news foram um fenômeno das últimas eleições. O mundo inteiro está estudando maneiras de enfrentar esse problema. As eleições americanas tiveram esse problema. O plebiscito sobre Brexit teve esse problema. As eleições na Índia enfrentaram esse problema. De modo que as fake news estão sendo objeto de equacionamento pela legislação e pelo Poder Judiciário de diferentes países.

*agenciabrasil
Votorantim Cimentos Brasil

Justiça proíbe manifestação na Avenida Paulista neste domingo

Pedestre utiliza máscara de proteção contra covid-19 na avenida Paulista.

O juiz Rodrigo Galvão Medina, do plantão civil da capital paulista, concedeu - na noite desta sexta-feira (5) - liminar proibindo a realização de atos de grupos antagônicos na Avenida Paulista, previstos para amanhã. O magistrado acolheu pedido do governo estadual.

No seu despacho, ele destacou que a medida visa evitar confrontos e danos ao patrimônio.

“Impeço que os grupos manifestantes, manifestamente antagônicos entre si, se reúnam no mesmo local e data Avenida Paulista, capital, no próximo dia 7 de junho -, evitando-se, assim, confrontos e prejuízos decorrentes desta realidade, zelando as autoridades administrativas competentes para que tal empreitada possa ter seu efetivo sucesso”, afirmou.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, a Secretaria da Segurança Pública e o Ministério Público estão em contato com os organizadores dos atos para se chegar a um consenso que garanta a segurança de todos e o direito à livre manifestação. A decisão consta do Processo digital nº: 1000553-30.2020.8.6.0228.

*agenciabrasil

 
Representação em Cimentos e Rações - Distribui em toda região
Contato: (88) 3664 - 1636 / 9.9915 - 0704 / 9.9379 - 6776
janderdmarco1@hotmail.com
Av. Dide Rios, 516 - Centro - Marco - Ceará

Forró Real fará Live Solidária neste sábado (06) em prol de famílias carentes de Nova Russas



A banda Forró Real, realiza neste sábado, 06 de junho, com apoio da Ceará Rifas e BioSeiva, uma live Solidária em prol de arrecadar doações para beneficiar famílias carentes de Nova Russas.

A live ocorrerá a partir das 20h pelo YouTube, no canal da banda.

Groaíras: Voluntários coletam mais doações para o Abrigo de Idosos em 2º etapa de campanha

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

A imagem pode conter: comida

Depois do sucesso do primeiro movimento de coleta feito pelas ruas do município, através dos voluntários, Ricardo Alves, Paulo Guarino e Ramires Bastos, o trio decidiu dar continuidade a campanha, e em uma segunda etapa percorreram ruas que não haviam sido alcançadas na primeira vez.

Foi outro sucesso, e muitas doações foram coletadas novamente.

Você quer ajudar também? Então segue os contatos do abrigo:

Nenhuma descrição de foto disponível.


Groaíras: Cleano Maciel decide por pré-candidatura no grupo de Adail.


Conforme havíamos divulgado aqui, o desportista, Cleano Maciel, havia se filiado no PSB do Ex-Prefeito, Adail Melo, e recebeu o convite para disputar uma vaga de vereador no pleito deste ano.

Esta semana, Cleano esteve novamente com o líder politico, Adail Melo, e decidiu pela pré-candidatura. Cleano é simples, do povo, bastante conhecido e de muitos amigo. Tem história no futebol amador do município.

Tem limitações físicas, mas já mostrou que isso não o impede de lutar pelo que sonha e acredita. Aliás, deverá ser também uma de suas bandeiras, Acessibilidade, inclusão e atenção a pessoas com deficiências.
A imagem pode conter: 1 pessoa

GRATIFICAÇÃO – Pressionado pela oposição, Prefeito de Reriutaba retira projeto polêmico da pauta em Câmara de Vereadores.


O projeto de redução de salários de titulares da prefeitura municipal, que contemplava também a contratação de servidores temporários, será retirado de pauta pelo prefeito Osvaldo Neto. O motivo foi a pressão dos vereadores de oposição, que solicitaram a inclusão no projeto, aumento de 20% de gratificação para os servidores da saúde.

A Câmara de vereadores do município realizou no último dia 04, uma sessão ordinária, através de vídeo conferencia, com a presença do prefeito, que foi inquerido pelos vereadores sobre a decisão de incluir a gratificação. De acordo com o relator do projeto na câmara, Tarciano Castro, a gratificação seria um reconhecimento do trabalho que vem sendo realizado pelos profissionais da saúde do município, sendo linha de frente no enfrentamento do Covid-19 em Reriutaba.

O projeto tem sido motivo de discussões em duas sessões virtuais, primeiro foi questionado o pedido de contratação temporária de novos servidores em tempos de pandemia, e a gratificação de 20% para os servidores da saúde. Esse é um pleito antigo da classe que já trabalhavam no limite, e agora com o advento da pandemia, esses profissionais são os primeiros a lutar contra o coronavírus. “Mais que justo proporcionar a gratificação”, afirma o vereador.

Diante do impasse, o prefeito Osvaldo Neto, comprometeu-se diante dos vereadores da retirada do projeto e prometeu enviar um novo com a inclusão da gratificação dos profissionais de saúde. A sessão encerrou com a palavra do vereador Tarciano que ressaltou que aguarda o posicionamento da prefeitura, ressaltando que no mesmo dia em que o projeto for colocado em pauta, estando de acordo, seria votado e aprovado para evitar mais prejuízos para categoria.

* O Reriutabense.


Especialista em Catarata/Glaucoma
Atendendo 
Em Fortaleza - na Bioclinica e na Hapclinica Aldeota
Em São Benedito - na Clinica Osanto

Moraújo: Vereador Dodó vai presidir comissão criada para fiscalizar ações do executivo contra o coronavírus.


Aconteceu ontem, sexta feira (05) na Câmara Municipal de Moraújo, sessão extraordinária remota quando foi formada comissão especial para fiscalizar os gastos do executivo em relação às ações de combate a pandemia (covid19).

Foi aprovada em votação unânime a formação da comissão que submete o poder executivo municipal a prestar esclarecimentos à comissão sobre os gastos públicos nas ações de combate ao coronavírus. Especialmente no tocante às compras, já que foram ampliados os casos de dispensa de licitação devido à situação calamitosa.

Comissão Especial ficou composta da seguinte forma:

Presidente

Clodoaldo Moreira Filho (Dodó) - PSD

Relatora

Ana Sara Benicio Vasconcelos Araujo – PSD

Membro

Raimara Moreira de Araujo - PDT

Perfil do Presidente da Comissão. 


Vereador Clodoaldo Moreira Filho (Dodó) – PSD. Teve seu primeiro mandato no ano 2000, esta atualmente no seu quinto mandato consecutivo.

Durante esses vinte anos de vida publica o vereador Presidente da comissão, sempre pautou seus mandatos com lisura e transparência.

Participou de forma atuante de momentos históricos da casa do povo destacando que em três vezes acompanhou as recomendações votando a desaprovação de contas dos gestores enviadas pelo TCE/CE Tribunal de Contas do Estado Ceará.

O vereador Dodó como é popularmente conhecido, nesses vintes anos de legislação sempre fez parte da oposição, destacando-se sempre como um representante do povo com posições firmes e coerentes em defesa dos interesses dos s munícipes.

No pleito passado manteve seu posicionamento firme de sempre se mantendo na oposição tendo desta vez como companheiro o vereador Moreira, atual pré candidato a prefeito pelo partido PSD. Juntos iniciaram o atual grupo de oposição que hoje formam a maioria da Câmara Municipal de Moraújo

A frente dessa importante missão na presidência da Comissão Especial de enfretamento ao COVID19, com certeza o atuante vereador Dodó irá desenvolver de forma firme e justa criar ações de fiscalização buscando o melhor para os moraujenses nesse momento difícil que vive Moraujo o Brasil e Mundo.