sexta-feira, 16 de junho de 2017

Ceará já ultrapassa os dois mil assassinatos em 2017 com a guerra entre facções


O Ceará registrou nos primeiros 14 dias de junho um total de 219 assassinatos. Com este número, o estado ultrapassou os dois mil homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte em 2017. Agora, já são exatos 2.043 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), faltando ainda 14 dias para o encerramento do primeiro semestre.

Até o dia 31 de maio, os números oficiais do governo eram de 1.824 CVLIs, com destaque para maio, com 471 homicídios. Já neste mês, a violência continuou crescendo, fazendo 219 vítimas em apenas 14 dias, numa média de 15,6 casos/dia ou um assassinato à cada uma hora e 10 minutos.

Até a última quarta-feira (14), foram registrados 91 assassinatos em Fortaleza (Capital), outros 65 na Região Metropolitana, além de 29 no Interior Norte e mais 34 no Interior Sul.
Meses

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os números dos CVLIs  nos cinco primeiros meses do ano foram os seguintes: janeiro (349), fevereiro (269), março (358), abril (377) e maio (471).

Se a estes números fossem somados os casos de mortes por intervenção policial (59) e em presídios (5), o total seria 1.888 homicídios em cinco meses. Adicionando estes, aos 219 de junho, o número final seria 2.107 assassinatos no estado. Contudo, estes dois tipos de homicídios não são contabilizados nas estatísticas oficiais do Ceará.

Matança

A “guerra” travada entre facções do crime organizado tem gerado a “explosão” das estatísticas de homicídios no Ceará, principalmente em Fortaleza e sua zona metropolitana. Na Capital, já foram contabilizados neste ano, 789 assassinatos, incluindo os 91 casos registrados entre os dias 1º e 14 de junho. Somente em maio, foram 191 vítimas, o pior do ano até agora.

A matança por conta dos confrontos entre integrantes das facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE), tem sido intensificada através de chacinas. Somente neste mês em cursos ocorreram dois casos, deixando 11 mortos. O primeiro crime aconteceu no dia 3, quando seis pessoas foram fuziladas dentro de uma casa de praia no Porto das Dunas, em Aquiraz. No dia 12, outras cinco foram mortas no bairro Diadema I, em Horizonte.

Veja, a seguir, os números da violência no Ceará em 2017:

Assassinatos no Ceará por mês (De 1º de janeiro a 14 de junho)
Janeiro ………. 349
Fevereiro ……  269
Março ……….. 358
Abril ………….. 377
Maio ………….  471
Junho* ………… 219
TOTAL ……… 2.043
(*) Entre os dias 1º e 14

Assassinatos por área do estado:

Fortaleza: janeiro (123), fevereiro (90), março (154), abril (140), maio (191), junho (91) = 789

RMF: janeiro (88), fevereiro (57), março (80), abril (78), maio (122), junho (65) = 490

Interior: janeiro (138), fevereiro (122), março (124), abril (15), maio (158), junho (63) = 764

Total = 2.043

Fonte: Ceará News7

Nenhum comentário:

Postar um comentário