quinta-feira, 8 de junho de 2017

Camocim está inadimplente com o consórcio de saúde: Divida ultrapassa meio Milhão.

MONICA E POLI (2)


População de Camocim poderá ficar sem atendimento no CEO e na Policlínica

O Município de Camocim está inadimplente com o Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Camocim (Policlínica e CEO Regional). A prefeita Monica, neste ano, não efetuou o pagamento de nenhuma mensalidade referente ao contrato de rateio protocolado entre os Município que compõe o Consórcio. A divida do município de Camocim chega a ultrapassar a cifra de mais de meio milhão de reais, sem que a prefeita Monica, até o momento, tenha apresentado qualquer interesse de regularizar o débito, comprometendo o funcionamento da Policlinica, do CEO regional e da UPA.

Apesar da inadimplência da prefeitura, os equipamento do Consórcio tem funcionado normalmente, mas podem vir a deixar de atender a população de Camocim, caso a prefeita Monica não regularize as pendências.

UPA 24h

A prefeita Monica Aguiar também não tem repassado ao Consórcio o valor integral destinado a Unidade de Pronto Atendimento 24h – UPA, que corresponde a R$ 320,000 ( trezentos e vinte mil reais) por mês. No mês passado a prefeita repassou apenas R$265,000 (duzentos e sessenta e cinco mil).


Informações: Revista Camocim com Carlos Jardel

Nenhum comentário:

Postar um comentário